Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2010

DIÁRIO DE BORDO - Heroi bandido!!!

O que fiz com meu pai biológico que lógico era quem eu queria, longe de ser o que eu queria... possivelmente o que precisava para crescer e sobreviver. Pobre arquétipo, disperdiçador de oportunidades!!!
Um inimigo íntimo e desconhecido. Sim, porque não sei nada sobre ele e de todas as suas faces eu não conheço uma que agrade e que satisfaça uma pobre filha orfã. Dramaticamente falando, claro!
Uma herança maldita que me custa uma existência recheada de leituras equivocadas de mim mesma e do universo masculino. Fiz um dramalhão dos homens, me coloquei equivocadamente na frente deles, cheia de defesas e des-culpas.
Sem receber    amor; vivendo na reserva, me atirei sem   cuidados nos relacionamentos e cheia de má vontade.
A vida me trouxe por merecimento bons parceiros e eu por repetição disperticei. 
Não em tempo cronológico,
mas em qualidade de relacionamento, em reconhecimento, bem como em me sentir à vontade. Sempre o medo do abandono.
Tudo isso regado a reflexões justificadas e arremedos d…