domingo, 9 de julho de 2017

SOB O CÉU QUE NOS PROTEGE ...

Sobre o amor que permeia todas as glândulas em substâncias que dão sentido!!!
Sobre o sentimento atrativo produzido que traduz as sensações e que acontecem entre duas pessoas...
Precisamos considerar em palavras nossas sensações e sentimentos mas na realidade eles são abismos. Estamos experienciando uma cilada da natureza que aproxima em compensações e alívios que alcançamos.
 Os nossos sentidos nos colocam no mundo manifesto e o corpo como um organismo reconhece e agradece como e com amor!!! ...
Conexões do cérebro com a glândula timo que libera no nosso organismo a necessária quantidade de oxitocina, ... 
Tecnicamente, fisiologicamente aptos para o encontro as duas pessoas se encontram e eis que a voz muda, que o cheiro encanta, que o corpo pede o prazer e a realização de todos os desejos que se pode ter, que são de um pelo outro (???) ...
pode ser que que sim.
Mas é pessoal... E a gente quer viver
experimentar, concretizar, ...
E aí começa a dança,
a dança que é conduzida pela necessidade fisiológica e que vai ser vivida com todo encantamento que ambos colocarem no momento!!! ...
Cenário pronto, corpo preparado, entrega regada a muita criatividade e imaginação.
Passeio pelo templo corpório de outra pessoa, invasão necessária pra que haja intimidade... 
E todas as descobertas e interesses acontecerão se houver maturidade. 
Envolvem a consciência e o reconhecimento da alma em unissono com a espiritualidade...
Mas na verdade tudo começa em um âmbito que desconhecemos completamente.
Lugar que não existe no plano físico onde tudo acontece de verdade...
e que na finitude queremos vaidosamente tatuar. 
Esse é o legado merecido dos que se entregam ao amor, a Vida, com atenção e sabedoria.
E a construção começa aqui e agora, ... 
É sagrado
É protegido e
 é permitido!!! ...
Livre de conceitos 
Certificado pela mais linda lei que é parte desse encontro...
O LIVRE ARBÍTRIO!!!
Quero ir onde você me levar...


Livia Leão



sexta-feira, 7 de julho de 2017

É ASSIM QUE PENSO!!! ...

Há momentos em que alcançamos as mais lindas paisagens, outros em que transitamos pelas coisas que são parte da paisagem do coletivo, do pensar de outras pessoas em invasões e interferências que nos atingem como flechas aleatórias lançadas para quem está distraidamente passando!!! ...
E todas as experiências nos são úteis e válidas para que se reflita sobre o assunto, para que façamos escolhas baseadas nas mensagens alcançadas no que acontece em um outro universo... ou em outros universos...
Do mundo lá fora que sei acontecer de tudo quero pouca coisa implantada em minha existência. Seleciono mesmo e não é covardia ou alienação, é escolha!!! E quando me vejo sendo avassalada pelas aventuras alheias, atingida pela leviandade com que zilhões de pessoas tratam suas vidas e existências numa roda enlouquecida de amostras em causas e efeitos simultâneos assustadores...
A morte em si é parte da VIDA, mas como as pessoas se jogam em direção a ela como se assim fossem solucionar suas guerras, conflitos, batalhas traduz a pouca orientação e busca genuína de as entender...
Na verdade as nossas inquietações são pontes que nos conduzem a maturidade existencial. E as nossas escolhas os portais que ultrapassamos ou transpomos quando nos comprometemos com o que estamos aqui escolhendo para experienciar.
Nenhum exercício de vida é mais precioso do que o de nos manter acordada.
Distanciarmo-nos para assistir a cena que está acontecendo e decidir se fica ou se sai dela. Porque se inventamos uma fala para aquela cena estamos comprometendo nossa vida em banalidades que não irão qualificar positivamente para qualquer outra experiência. LIXO!!! ...
Sem nenhuma modéstia quero construir para mim um lindo jardim, uma paisagem de cores diversas e harmônicas, que vai exigir de mim cuidado, atenção, carinho e amor... amor que traduz tudo isso.
Tempo para isso, para cuidar daquilo que eu plantar e que quero que tenha uma vida útil maior.
Nada é pra sempre eu sei. Precisamos ter isso em mente sem perder as oportunidades de aproveitar seu tempo, sua beleza, seus cheiros e encantamentos.
Manifesto-me em tristezas alheias, comungo com a dor do meu próximo, mas posso criar uma blindagem que me garante individualidade regada aos encantamentos que ainda quero viver.
Precisamos prestar atenção nos ladrões de tempo, nas pessoas que vivem a assaltar sua possibilidade de vida parecida com você.
Criam seus infernos e democratizam, ... se jogam em abismos de paisagens aterrorizantes e querem levar você junto...
Acordam todos os dias e levantam de olhos fechados, em facilidades que não os exige presença.
E em nome de sentimentalidades embarcamos juntos em plataformas de viagens que não queremos fazer...
Enquanto isso!!! ... A vida segue, o tempo não nos espera, ... Esse ponto de equilíbrio, onde a medida certa é encontrada porque se está atento só se alcança quando se quer. Bom viver!!! ... Bem viver!!!

Fiquem bem,
cuidem-se bem!!!

Livia Leão





quinta-feira, 6 de julho de 2017

SALVE, SALVE!!!

Hoje é o dia de nascimento de um dos Homens que mais admiro nessa dimensão!!! Reconhecido espiritualmente como um lama reencarnado para cumprir a difícil tarefa de conduzir um povo que com certeza deve precisar. Lindo, manso, calmo, leve, abraçou esse compromisso e o cumpre com maestria. Daqui de onde estou é isso que parece...
Gosto do seu pensamento, da sua energia, da sua alegria de menino e envio todo meu carinho e celebro pra ele esse dia e todos os outros também, ... que ainda esteja aqui em matéria semeando a filosofia budista que é linda...
Parabéns Tensin Gyatsu décimo quarto dalai lama!!!
Que as forças protetoras do Universo o conduzam a lugares e experiências parecidas com você!!!

Livia Leão

ACORDADA!!! ...



Gosto do Planeta porque é redondo!!!
E todas as voltas nos conduzem ao mesmo lugar onde denotamos o que aprendemos
em ações e reações que compõem maturidade, ...
E eu menina ainda, nada sei da vida.
Só sei que ela se repete!!!
Estejamos atentos
estou atenta!!!

Fiquem bem
cuidem-se bem!!!

Livia Leão

UM, DOIS, TRÊS, ... TESTANDO!!!

Quanto da toca do coelho queremos descer? Se queremos transpor portais de mudança e transformação... se queremos sair de onde estamos para um lugar desconhecido, re-construir a nossa vida com prazer e novidade... Do novo que renova temos medo e o medo é alimentado das melhores comidinhas viciantes que justificam todas as acomodações. Pensamos em segurança, em dinheiro, em garantias utópicas, mas que fixam a gente como se fossemos plantas enraizadas, impedidas de caminhar, correr nos alegrar com outras paisagens... se não fossem as nuvens se repetiria em décadas...
Sou abismal até a página dois, mas não perco o espetáculo que acontece em meu entorno, dentro de mim em revesamentos construtivos de mim mesma.
As dores que não nos servem de movimento invalidam-se em experiências e se transformam em ganhos secundários que justificam uma infelicidade estonteante...
Permitimo-nos ser escravos que ficam, ficam e ficam acorrentados de livre e espontânea vontade. Fazendo discursos de compromissos e responsabilidades des-cumpridas e atávicas.
Confundimos descartar com mudar... com prazo de validade!!! ... E aí perdemos o bonde da vida!!! Da VIDA mesmo, não apenas da pequena passagem, do trânsito em que estamos...
Experimentarmo-nos em viver as mesmas coisas com outras pessoas, em reações diferentes, em práticas que fluem, em levezas que dão medo e paralisam.
Ouvimos discursos iguais de pessoas diferentes porque a escola tem a mesma matéria decorada, ... o medo de um é implantado na vida do outro e se perpetua.
E assim, quando a morte se apresenta a gente assiste como um filme as nossas chances de mudar passarem em arrependimentos levados ao túmulo ou ao forno...
Somos dialéticos, ambivalentes, multifacetados, bipolares, infelizes, acomodados, medrados, impotentes e broxas em se tratando de viver... 
continhas nem sempre pagas, dinheiro conjugado, carrinho pra se locomover, bebidas para anestesiar, drogas pra viajar, ... bloqueios e sabotagens!!!
Alegamos pensar no outro, ... mentira!!! Pensamos mesmo é no trabalho que dá sair do lugar. Onde estamos há um território conquistado pelos impostos pagos em dinheiro e carga cármica em escolhas que se repetem...
Permissivos sofrimentos certificados, legalizados e legitimados pela nossa preguiça... 
E de sacanagem ainda usamos os outros pra ouvir as nossas "reclamações", em papeis canastrões que só os hormônios nos fazem cair ou aceitar!!!
E essa estatística é cruel...  e as traições? Essas caminham pelas ruas em disputas confusas entre o legal, a lei, as normas, as regras, ... e ausência de ética... (???)
As saias e as calças penduradas no armário. A cama que aloja os corpos pra dormir, a mesa vazia, a geladeira esfriando tudo que há... casas, aptos, ... compõem o que os humanos fazem com as suas vidas, em suas vidas... E possibilidades de LARES são abortados pela falta de cuidado e honestidade!!! ...
Pra você Marcio, vai pensando aí!!! ... 

Publique-se!!!

Livia Leão




quarta-feira, 5 de julho de 2017

BOM DIA PRA NÓS QUE ACORDAMOS PRA VIDA, COM VIDA...


DIÁRIO, ESTAR A BORDO!!!


Cada um nos patrocina ensinamento e traduz necessidade, ... precisamos deles todos para nos sustentar, para nos iluminar.
A partir dos dez estados de vida, fazemos nosso estilo de vida.
Em consciência voltamos sempre ao nosso estado original de Buda!!! ...
A tranquilidade é onde ficamos estacionados enquanto pensamos que a vida não se move, quando tudo está rotineiramente fluindo, parecendo que é isso mesmo, que não precisamos dinamizar, ... acordamos, fazemos coco, xixi, tomamos o nosso desjejum, vamos para o trabalho, arrumamos casa, fazemos comida, compramos coisas, encontramos pessoas, tudo isso é parte do movimento, só que fazemos isso sem presença, sem prestar atenção, ... somos ocupados demais pra sentir os cheiros, pra tocar as coisas, pra observar as fisionomias das pessoas nas ruas, ou mesmo a da pessoa que está próxima... Muito triste isso!!!
E aí, quando alguma coisa acontece que foge desse roteiro nos impactamos!!! ... Somos pegos com as calças nos joelhos.
Se for algo bom é surpreendente no sentido de que não sabemos se queremos, se  merecemos... se for ruim, perguntamos "por que"???
O que fazer diante das novidades, como aceitar a mudança que parece se impor a nós???
A nova geração vive isso no cérebro o tempo todo quando se transporta para o virtual mundo dos jogos, cheios de fases que precisam transpor para a seguinte, encontrar caminhos para passar para uma outra fase onde ele se entrega e se empenha por querer saber o que vai acontecer se eu escolher isso (???) ...
O resultado na nossa existência é assim, o nosso jogo é assim, temos de experimentar só fazendo saberemos que bicho vai dar ou onde iremos chegar... 
Precisamos olhar a paisagem ao nosso redor todos os dias com olhos de buda pra enxergar as suas transformações... as folhas se renovam, as flores morrem, o homem arranca os galhos, constroem casas, as nuvens em contínuo movimento desenham um céu diverso e divertido...
A limpeza da casa, da mente, do templo corpóreo. A oração precisa, o cuidado necessário, a manutenção das relações que nos encanta e faz em nós a justa sensação de que estamos trocando em amores possíveis, que são nossos!!! ... Que acontecem dentro de nós, por nós...
Conquistas diárias das mesmas pessoas que queremos que continuem em nosso universo. Fazendo parte da nossa paisagem... compondo cenário em diálogos que variam em escritas e interpretações.
Os pés no chão, a cabeça em verticais pensamentos de construir e desconstruir... renovando a vida em parceria com o tempo/espaço... É nisso que eu acredito ...


Fiquem bem
cuidem-se bem!!!

Livia Leão

Obs; Podemos fazer o uso do piloto automático enquanto nos encantamos com a paisagem, ... mas o comando é nosso, não se delega e nem se concede procurações ... quando adiamos encontros felizes deixamos de viver momentos carregados de energia transformadora!!!

DINÂMICA DA VIDA...

 Tenho de presente uma janela para o céu. Hoje a luz clareia meu dia e acalma todas as minhas pretensões de controle, ... preciso fazer o que preciso fazer. E dos lixos de ontem juntar e jogar fora... limpar a casa, o corpo e os pensamentos aquietando-os em focos que me conduzirão ao que vou me propor...
Posso reconhecer em mim o sentimento de serenidade e confiança. Mas a bagunça foi instaurada!!!
O "ping pong" está rolando e preciso estar atenta porque a bola vem rápido em minha direção.
O medo rondando cheio de força, mas a minha vontade ainda que sem maestria nesse jogo é grande e poderosa...
Se as coisas do mundo manifesto pensam que irão me vencer?! Se danaram, ... sai
o com a coragem e a certeza de que tudo que quero é possível e eu alcançarei... 
Encontrar a justa adequação é o meu propósito de vida. Em tempos de crescimento e maturidade é preciso a coragem de caminhar, de vez em quando parar e observar, mas sempre em frente. Mesmo quando olhamos pra trás precisamos nos virar e aí a paisagem e o passado é presente!!! ...
Somar forças, desdobrando-nos em pensamentos e ações construtivas e positivas é que faz a diferença!!! ... Querer é poder!!! E pensar é causar, mesmo ...


Fiquem bem
cuidem-se bem!!!


Livia Leão

PORTAIS E PONTES ...

A ponte e os portais são símbolos para a espiritualidade e de grande valia em nosso caminho de crescimento e maturidade. Transpô-los e atravessa-los é parte da nossa jornada. É coragem de mudança e transformação... Precisamos estar atentos às pontes que construímos e às nossas travessias...
Quando tomamos decisões, quando nos oferecemos  à maturidade da nossa alma e em nossa vida, estamos atravessando portais de infinitas possibilidades e se confiamos em nossa boa sorte vamos encontrar ao transpô-la em soluções aonde só víamos problema.
Tudo tem saída!!! É preciso crer...
Se alguma coisa está sem "jeito"  é porque não mais faz parte do nosso cenário. 
Deixar pra trás é um exercício dos que tem coragem. Dos destemidos acolhedores do novo...
Insistimos em salvar o que está respirando por aparelhos. Pessoas e coisas que já não estão conosco, que nos ausentamos em convivência no piloto automático, sustentados artificialmente. Medrados do novo, do que vai nos oferecer a devida paixão pela vida, que vai nos devolver alegria, empolgação, estímulos, combustível suficiente pra sairmos do lugar e tornar a nossa existência. Daqui do início da ponte a visão é uma ao atravessa-la encontraremos aquilo que quisermos e necessitarmos... pra isso é preciso que se dê o primeiro passo. 
Essa é a dinâmica da Vida, precisamos compor com ela, prestar atenção nos chamados, nos convites elegantes.
Distraídos vamos estacionar em algum lugar e deixar que ela passe, simplesmente passe!!! ... E esse com certeza não é o nosso dharma (sentido da vida)!!!...

Fiquem bem
cuidem-se bem!!!


Livia Leão

terça-feira, 4 de julho de 2017

PASSAGENS!!! ...

De silêncio com propósito em conexões de acrescentar.
E venho aqui remendar fragmentos, dores de amar. 
Equilibrar meu pensamento e ajustar meus sentimentos e emoções desarrumadas... tentativas felizes de conseguir porque não posso deixar que qualquer coisa ou alguma coisa venha atrapalhar.
Dia de apenas existir, de respirar e comungar com a energia que me faz andar, caminhar, entender sem pensar.
Sentir é tudo, acreditar é essencial... 
Reconhecer e identificar facilitam a aproximação com aquilo que devemos abraçar em alinhamento com as nossas mais variadas maneiras de apreender qualquer coisa...
Estados de erudição e absorção. Tranquilidade e alegria por onde passeamos enquanto escutamos nosso diálogo interno.
Dia feliz, preenchido, vivido!!! ... Sem esforço, leve!!!
Sobre o dia de ontem, que é passado...


Fiquem bem
cuidem-se bem!!!

Livia Leão

domingo, 2 de julho de 2017

SOBRE DORMIR E ACORDAR!!!

Em tempos de acordar e de adormecer preenchida de paz e entrega ao sono e aos sonhos, despertar é muito bom.
O espírito se encaixa no corpo físico cabendo em conforto e parcerias de caminhar leve.
Dia que clareia nublado e chuvoso, a dança dos pássaros no céu da minha janela, ... a escolha da música que vai me acompanhar enquanto escrevo são parte do cenário que quero compor integralmente esse momento na eternidade.
Parte de um certificado, fatia pequena das minhas zilhões de inquietações... 
Importante se faz saber escolher os ingredientes que se vai usar no preparo do nosso dia... que sabor queremos dar a essa oportunidade de construção, de erigir, de construir e também de desconstruir.
Entropia dirigida pela vontade, consciência e potência em decisões que variam em dialéticas que parecem incoerência...
Mas quem se importa com isso, não é mesmo?
Já fui em muitos lugares hoje, visitei pessoas amadas e fortalecida, alimentada sigo meu bonde onde está o meu corpo biológico...


Fiquem bem
cuidem-se bem!!!

Livia Leão


VIDA DE CURA!!! QUE CURA ...

Em meu caminho de evolução e crescimento têm muitos portais. E e ao ultra-passa-los tenho alcançado e vencido os transtornos inquietos de uma alma angustiada.
O coração dispara, o corpo sofre os efeitos de substâncias acelerantes.
E em respirações conscientes devolvo-lhe a calma. Distribuo as emoções em poções justas de compreensão e aconchego!!!
O abandono é uma das experiências mais traumáticas para a mente e a alma. 
O corpo sofre os danos da ausência de uma troca que ficou pendente.
Em carência as dívidas aumentam porque nos atiramos em situações que não suportamos. 
E vencidos pelo cansaço cai-se em tentações e ocasiões ... 
E vem uma pergunta que não quer calar. 
_ quanto da toca do coelho se quer descer? ...
E ao cair, quais paisagens queremos apreciar, estamos preparados para enxergar?
Esse canal de conexão com as nossas visitas ao poço, aos abismos em velocidades que nos impedem de ver o que nos interessaria e nos acrescentaria... faz de nós pobres coitados assistintes do espetáculo dos outros...
Saber que se está onde quer, fazendo o que quer, é uma conquista que é patrocinada pela nossa consciência e determinação em não se corromper e iludir com as fantasias alheias ...
E mesmo as nossas de abandono e carência que são preenchidas sem que percebamos!!! ... 

Fiquem bem 
cuidem-se bem!!!

Livia Leão

sábado, 1 de julho de 2017

DOS PARES, ... QUE OS REPARE!!!

A vida é uma gracinha com a gente. Que pretensa pensa que pode viver só uma... em si mesma e ensimesmada. 
Temos em mente um sem número de pessoas, a cabeça povoada de amores, de quereres humanos e partes de uma energia que é unissona. Que ao se reconhecer descansa em frequência e sintonia de levar ao céu!!! ...
Sempre aprecio o reconhecimento dos meus pares de aprendizados. Sempre os referencio com enorme respeito e profundo sentimento de amor, ... amor que é completo e pleno que faz passeios por todos os cantos do ser,... que pode amadurecer nessa dimensão, que pode passar distraído, que pode ir embora e ficar. O importante é os identificar... são meus os passados, o presente e qualquer futuro que possa assustar!!! ... ou até acomodar.
Pensamos solidão como aquele momento em que se sente falta de algo ou alguém. Mas não!!! Solidão é aquele momento em que estamos preenchidos de nós mesmos e numa bastança de invejar!!!
Pode-se escrever, pode-se inventar... pode-se devanear, pode-se o que quiser imaginar!!!
Estar só é pra quem tem coragem. Viver só é impossível a mente jamais concede esse luxo.
Acompanhar é fazer parte, é andar lado a lado. É acrescentar configurações e ajudas para o crescimento. É suporte para o carinho, é passaporte para o sexo, ... é passagem para todos os lugares. É o céu que queima. É se des-empedir, se livrar... tirar a roupa sem pensar!!!
É aceitar convites e provocações. É divertir-se, alegrar-se, entristecer-se com alguém por alguma coisa. 
Alguém que neste momento disponibiliza seu tempo em carinho e energia acoplada do pensamento que chega onde quer se esteja. 
Acompanhar é estar perto; ponto!!! E pronto!!! ... 

Fiquem bem
cuidem-se bem!!! ...

Livia Leão



A FRÁGIL IDADE!!! DA FRAGILIDADE...

E quando o tempo nos convida elegantemente pra dançar as mais lindas canções que cabem no ambiente e em nosso cérebro em caixas de memórias e lembranças vivemos profusões de emoções contidas. 
Momento chic de quem está a postos pra viver e desfrutar!!! ... E quando a gente nasce velhinha embalada por um tempo que não sabe qual acontece as mais lindas sensações de alegria genuína.
A música penetra as células e caminha a vontade pelo corpo impregnando-o e aí a alma se entrega numa dança leve, feliz, alegre, contagiada de todos os tempos... em compassos alinhados!!!
O corpo obedece, manifesta toda sua força e movimento, rejuvenesce correspondendo!!!
E o que é felicidade? O que é a Vida em suas manifestações diversas se não o movimento do tempo. Em leituras que mudam padrões, resolvem questões, apazigua nosso cérebro, mente e alma!!!
Eu sei que a vida não pensa a gente, ela obedece aos nossos comandos e frequência trazendo os mais lindos e cumprindo os nossos chamados. 
E quando a gente dança em um corpo que é limitado conseguimos acessar o que em nós é infinito. Poderoso instante na eternidade!!! ... 

Fiquem bem
cuidem-se bem!!!

Livia Leão



ORAR, ORAÇÃO, ORAÇÕES!!! ...

Todas as formas de oração são perfeitos apelos em nos alinharmos com o que queremos, com o que se sente, com o que buscamos dentro de nós...