quarta-feira, 21 de novembro de 2012

FESTA



A minha festa tem duração de décadas!!!
Começa todos os dias
em contagens precisas
e preciosas experiências
renovadas de contra-dições!!!
Na minha festa
tem música,
sons,
ditos,
alguns feitos
nem sempre aceitos!!!
Tem convidados
e penetras!!!
Que eu assisto
se manifestar
em discursos a desagradar...
Na minha festa
não tem porteiro nem segurança...
A minha festa
pode vir...
tem esperança!!!
Brigadeiro de criança
balanço que vem do passado
para o futuro...
Em presentes que me agradam!!!
Tem bolas coloridas,
chocolates para adoçar!!!
Tem cantiga de ninar...
A minha festa
quando terminar
vai ser uma outra festa
que vai começar!!!

Liviah Leão


Diário de Bordo - COMBINAÇÕES !!!




Ah!
Quero fazer combinações assim;
De alegria e contentamento.
E de de repente ser surpreendida
por qualquer coisa
que pareça ruim...
em conceito, mas
que me traga a reflexão positiva
de entender a contra-dição.
Ah!
Quero também saber
que posso ser humana...
que posso chorar de rir
e rir de chorar!!!
Ah!
Que o gosto da lágrima é diferente
em diferentes situações...
Que a vida é VIVA...
que todas as mortes são precisas,
entristecidas!? ...
entardecidas...
amortecidas...
enamoradas...
apaixonadas...
renovadas de luz!!!
Quem quer viver de uma só emoção?
Quem quer conhecer apenas um batimento?
O cardíaco do coração...
ou o da glândula timo que vem da emoção?
De todos os amores...
que percorrem o nosso corpo
com sangue legitimamente vermelho de PAIXÃO!!!
Quero o ódio de não ser correspondida
e o amor de saber que só ele
é suficiente!!! ...
E se eu ficar com medo da loucura
que eu me torne sã...
E se ficando sã
perder toda doçura?
Ah!
Aí quero domir pra sempre...
sempre que precisar lançar mão
do que há!!!
Ahahahah...

Liviah Leão



sexta-feira, 9 de novembro de 2012

DEU SAUDADE!!! ...



E eu nem sei a quanto tempo não venho por aqui para escrever coisas que sejam assim, assim substanciais!!!
Mas não é por esquecimento, mas porque tenho estado ausente mesmo de alguns lugares... rsrs!!!
Em momentos de tomada de decisão, de escolhas sérias e profundas devemos nos manter em silêncio, conservando a nossa energia e concentrando-a de maneira otimista e precisa.
Dispersar não é uma boa escolha e faz com que perca qualidade.
Em tempos de mudança, de rompimentos, de trânsitos bons precisamos concentrar energia e otimizar tempo.
 E eu daqui a pouco volto para organizar minhas idéias e escrever coisas que sejam construtivas e recheadas de otimismo porque é do que gosto!!!

Fique bem e cuidem-se bem!!!

Livia Leão


terça-feira, 30 de outubro de 2012

Fechando o dia !!!



Fechando o dia, que nunca sei se está começando ou terminando... e na verdade se isso tem alguma importância.
O meu olhar neste momento está voltado para o que está acontecendo no  mundo... os noxas (manifestações da natureza), que tudo tiram do lugar... que modificam a paisagem em ventos, em movimentos da água que salga o planeta, que parece se vingar do Homem, que nos mostra poder, que nos coloca no lugar ... para refletir, para demonstrar "quem manda", quem rege!!!
Eregir uma cidade, criar uma civilização, saber que se está construindo em espaços que podem ser engolidos a qualquer momento pelo mar, organizar uma sociedade que pode ser tragada a qualquer momento ainda que monitorada pelos mais avançados equipamentos tecnológicos... morte anunciada!!! ...
É na minha cabeça inocente algo complicado, irracionalmente difícil de ser entendida...
Se sei que estou em um solo pantanoso como vou constuir um castelo?
Como posso pensar em viver em um ambiente que não me oferece segurança, confiança e um prognóstico de vida com o mínimo de estabilidade?
Somos desafiadores!!! demais ...
O Homem sempre se supera!!!
E de maneira surpreendente ainda que com base em muito "stress" reconstroe-se, mobiliza-se e tudo renasce!!!
Nem sei se sei falar sobre isso, a minha cabeça está em parafuso ao ver tanta coisa acontecendo!!! ...
Querras, furacões... fome, miséria!!! Vida exposta ... interrompida!!!
Estados de vida ... estágios de vida!!!
Em um olhar meio miope...
Fui...

Fiquem bem
e
Cuidem-se bem!!!

Livia Leão
 


quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Falando em mim - Inventando moda!!!




Sempre que me pego escrevendo penso que os meus dedos guiarão meus pensamentos e minha inspiração em direção aos meus sentimentos mais verdadeiros e a minha mais sincera honestidade íntima de conhecer o meu funcionamento, a minha estória, as minhas histórias e de pelo menos quase nunca misturar uma coisa com a outra.
Confio no meu taco e no meu mapa com planetas em fogo e terra que não me deixam devaniar, que não me concedem uma vida recheada de mentiras... fantasias sim... imaginação sim, mas nunca armadilhas que me conduzem a contos de fadas cheios de falhas humanas, traídas pela pouca memória e carente demais para racioncinar!!! ...
Hoje, o meu estado hormonal, as minhas experiências (poucas ainda) me dão argumentos bons ou bons argumentos.
 Além de tudo ainda que não tenha feito doutorado em antropologia, sociologia, psicologia, sou dona da minha verdade porque sou inteligente o suficiente... não sou acadêmica e nem mesmo seria, porque se quizesse seria, claro!!! ...
Os diplomas não me fazem falta...
Os que tenho são suficiente!!!
O meu melhor mesmo é o da vida... esse que não me deixa cair nas mais bestiais ou nos mais bestiais dos contos, dos interesseiros, dos fazedores de cabeça, das pessoas intencionadas sabe-se lá em quê?!!!
Com olhos e ouvidos de uma buda; bem abertos e atentos, sabendo o que quer e como quer, faz-se caminhos melhores para se chegar onde se quer.
Conhece-se o tom de voz da mentira e da enganação... do blefe, do jogo perigoso.
O retardo do retorno!!! ...
E o retorno em hora errada...
É do humano... tudo bem!!!
Não finjo afeto, não interpreto sentimentos... 
não simulo prazer e não falo o que não sai do meu mais profundo ser...
O meu silêncio é o pior de todos...
e se chega ao des-interesse... danou-se!!!
Pode ainda ser que a vida me surpreenda fazendo jogos de sedução, mas eu tenho um acordo com ela de sinceridade e verdade.
Não me comprometo com pessoas, me comprometo com a vida, com as coisas que acredito, com circunstâncias momentâneas.
Porque amo a liberdade apenas? Não... porque amo a vida, entender a impermanência, acredito no movimento de tudo e não faço pactos com a eternidade.
Se não consigo conquistar pessoas por ser assim, se não as mantenho na minha existência por essa razão... tenha santa paciência!!! ... Tudo é uma questão de alcance.
Quem precisa desse arsenal de comprometimentos, quem precisa de quantidades enorme e volumosas de sócios e "parceiros" perpetuados faça bom proveito!!!
É claro que não somos sós, que somos precisados uns dos outros... mas essa crueldade, esse cárcere ninguém merece... uma cobrança indevida.
Os amores que horrores!!!
Transformados em espaços cativeiros... para onde se tem de voltar ou sequer pode sair? Nem pensar...
Eu adoro o meu livre pensar e uso mesmo pessoas como referência para refletir sobre as minhas impressões do Homem, das pessoas, dos seres humanos, dos machos e das fêmeas... dos homens e das mulheres!!!
Não julgo ninguém, apenas penso sobre elas, peso sobre elas e coloco o meu olhar antropológico, sociológico... e a maioria das vêzes não gosto do que vejo...
Como terapeuta corporal ouço muito e vejo muito impresso no corpo de pessoas verdades inconfessáveis... tenho o dom e estudo e pesquiso sobre isso porque me diz respeito, porque é interessante e ao mesmo tempo decepcionante a conclusão.
As minhas neuroses? ...
As conheço e assumo...
Meu nível de loucura, ídem!!!
Coloco-os de maneira saudável no mundo.
E do meu suicidio cuido eu!!! ...
Sim, porque nós seres humanos fazemos isso minuto a minuto... cometendo contra nós as mais crueis doses de morte matada quando pensamos que podemos nos relacionar com o outro ou com os outros!!!
Que há troca principalmente justa então!!!... Ui... nem pensar!!!
Quando somos premiadas com uma migalha de "afeto", quando consideramos estar sendo querida, desejada por alguém costumamos nos atirar mesmo sem saber nadar muito menos mergulhar!!! ...
E aí, morre-se quase sempre e todo dia!!!
Mas o mundo?
O mundo precisa de mentiras sinceras...
Ninguém sobrevive a verdade...
Nem as nossas próprias e também a dos outros!!!
Inventamos um sentimento capenga onde abre-se mão de si mesmo, onde o sacrifício é o grande sustentáculo... inventamos riquezas, pobrezas, necessidades e dívidas impagáveis que nunca nos liberta, anistia e jamais pode ser quitada.
Classificar tudo isso, ordenar tudo isso é impossível para quem faz uma vida carregando valores que não são legitimamente seus, que fazem parte de uma sociedade hipócrita que eu não pertenço e que não bato palma!!!
O caminho que escolhi foi o da simplicidade e do minimalismo.
O caminho que escolhi e escolho todos os dias é o da vida com leveza... o de ser leve!!! ...
E quando me percebo sendo avassalada por "forças" externas e alheias as minhas fico um bicho feroz!!! ...
Preciso me recolher e me recompor... os meus monstros são horríveis, são crueis!!!
Posso ser muito pior do que sou!!! ...
Ainda bem que hoje posso expressar sem medo porque confio no meu domínio sobre os meus estados de vida...
Posso passear pelo meu estado de ira e animalidade e voltar para o meu estado de buda sem me preocupar com culpas e pecados implantados por uma cultura de falsas proibições e onde tudo é concebido e permitido.
Sei do que sou feita...
Reconheço minhas infinitas possibilidades e acredito em tudo que digo.
Circunstâncial e momentaneamente!!!
Nada é fácil no mundo manifesto enquanto não se sabe que é preciso abandonar coisas, pessoas, conceitos e principalmente pré-conceitos que nos acorrentam e nos querem cativar para mantermo-nos no cativeiro.
Esse movimento que ultrapassa o conceito de dialética e ambivalência... que é dito e feito de repente a vida inteira é que torna o mundo essa carga pesada de energia estagnada em que todos os seres que escolhem viver e ainda dizem que é em nome do AMOR!!! ...
Drogas tô fora!!! 

Odeio o desconforto!!!

O meu mundo interior já é desordenado e eu todos os dias preciso dominá-lo como a um bicho feroz!!!

O meu diálogo interno é suficientemente confuso, inquieto, angustiante... e eu me ocupo dele com muito interesse!!!

Cuidem-se bem

Fiquem bem!!!

LiviaLeão




 
 
 

terça-feira, 23 de outubro de 2012

Querido diário!!! ... ??? Será tão querido assim? ...






Como posso deixar de vir aqui nos meus blogs por tanto tempo... ? 
Simplesmente ficando com uma agenda complicada e uma demanda sem graça de muita coisa pra fazer...
Uma dose de alegria e de divertimento não faz mal a ninguém, mas parece que nesse tempo estou impossibilitada disso... há um impedimento qualquer e que não é moderado... se arrasta e arrasta e arrasta!!!
E eu vou de alguma forma dando comidinha, alimentando!!!
Mas agora, C H E G A !!!
Vou mesmo tomar conta de mim e de minha vida sem deixar qualquer chance de quem e o que quer que seja mude isso... sem olhar para os lados... necessidades dos outros...  ou coisa do gênero!!!
A síndrome que me acometeu de ficar a disposição de outras pessoas em tempo quase integral e de me abandonar no meio do caminho chegou ao final e isso merece uma grande festa comemorativa...
Fiquem bem e cuidem-se bem!!!
E eu também, rsrs ...

Livia Leão

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Ainda que tarde!!! ... É diário ...





Já venho pensando em retomar meu espaço inicial por aqui pela internet à algum tempo, mas vou ficando no vício do facebook, nas postagens que deixo por lá para os meus amigos. Mas sempre penso que poderia aproveitar melhor o meu blog que amo muito.
A vida tem sido corrida no sentido prático, os pensamentos têm ficado em perdidos espaços e as inspirações motivadas pelos acontecimentos, pelo que circula a minha volta e eu negligentemente vou deixando que se percam, que des-apareçam como se não tivessem importância... mas têm.
Tudo tem importância, tudo fica muito capenga quando não se consegue fazer o que mais gosta, o que mais dá prazer, o que mais nos alimenta.
E eu, tenho feito isso comigo... lamentávelmente.
Preciso com muita urgência, sair da zona de comodismo e preguiça.
 Das desculpas esfarradas de que preciso fazer qualquer coisa diferente de sentar e escrever...
De colocar-me à disposição do  meu cérebro, dos meus insights, da minha criatividade e de todos os  meus olhares para a vida e tudo aquilo que está inserido nela e que passa pela minha observação e crítica importantes de serem colocadas no mundo.
Tenho planos, muitos planos...
Preciso colocar meus projetos em prática e confiar que eles serão acolhidos pelo mundo com muito carinho, que farão com que pessoas os alcance e sejam beneficiadas de alguma maneira... que lerão e se transformarão em algum aspecto.
Sei que nós precisamos mesmo que algo nos estimule e que nos forneça fonte de boas reflexões.
Que nada está pronto e que pode ser que nunca fique terminado porque somos mutantes, renováveis, criativos e imaginativos...
Alimentar tudo que a gente vai dando vida dá um trabalho danado...
Dar conta de tudo que precisamos dar em um dia com doze horas acordada pra mim é algo que parece impossível... e por aí começa o grande desafio trabalhoso de dormir, acordar, cumprir, fazer coisas, pensar e escrever... ganhar dinheiro, gerar riqueza, cuidar dos relacionamentos e ficar satisfeita e preenchida no final do dia e das "contas" ... ?
UFA!!!
Mas quem sabe consigo me organizar e criar uma rotina disciplinada para um dia poder me considerar e sentir escritora... alguém que pode sustentar-se de escrever.
Melhor sonho de consumo não há!!! ...
Prazer melhor? ... Não há...
E aquele momento místico e mágico que é colocar nas mãos o livro vivo e físico publicado, quentinho, saído do forno com a minha cara e dna? ...
Eu ei de experimentar!!! ...
Faço exigências que parecem impossíveis, mas eu adoro o impossível...
E as minhas ambições são pequenas no sentido de "possibilidades", porque preciso do silêncio para criar, do tempo todo para mim, abrir mão de quase todas as atividades que tenho abraçado por uma questão de necessidade momentânea... e encontrar alguém para patrocinar tudo isso em tempo e dinheiro ainda não me foi concedido porque não consegui encontrar o caminho que me leva até essa pessoa, editora, entidade, empresário... enfim.
Mas eu sou bem confiante... e precisa que seja alguém que não fique me cobrando, alguém que respeite o meu tempo de inspiração e de criação... que me dê liberdade mesmo.
E sendo aqui o meu diário, posso deixar escrito sem endereço tudo que vai acontecendo em mim enquanto espero o momento certo de tudo acontecer...

Cuidem-se bem,
Fiquem bem...

Livia Leão




quinta-feira, 22 de março de 2012

Diário de Bordo - Viagem noturna, vôos razantes!!!


Os tempos coexistem e é uma ilusão causada pelo movimento do pensamento.
Somos passado e futuro em lembranças e projeções que impossibilitam o presente.
Descuidados viajantes reféns do tempo/espaço embriagados, narcotizados; irresponsáveis buscantes de coisas momentâneas incapazes de usufruir e suportar qualquer prazer real e verdadeiro.
Embriões de deuses(as) medrados pela cobrança da responsabilidade exigida ao ganhar um corpo biológico completo e complexo em energia física,  emocional, intelectual e espiritual.
Um cérebro que dá conta de tudo mas que não confiamos e prestamos atenção.
Um pensar e pesar cansativo, enfadonho pela ausência de si mesmo ou de nós mesmos.
 Em buscas inúteis de preencher vazios em espaços cabíveis de silêncio.
Zilhões de ombros pesados, trapézios onde macacos saltam; mochilas sobre-carregadas sustentam convicções obsoletas; guardam pessoas mortas; cemitérios que poderiam ser cremados e transformados em cinzas.
Com saudade e remorso do que não se viveu, pelo descuidado com o presente no presente.
Porque sermos doze em um é demais para nossa pouca estima.
Precisamos nos afirmar em um quadrado pequeno, definido, delimitado e limitado. 
Medo de voar, de dar conta e certo, do que é e pode vir a ser.
Modesto e humilde não por escolha e credibilidade, mas porque foi o que "escutou" desde que aqui chegou.
Armados até os dentes porque algum infeliz lhe diz que a vida e viver é uma"batalha" uma "guerra" e aí passa a ser mesmo...
Decifrar códigos !!!
Decodificar é um processo neuroliquístico que se alcança para transformar destinos, para desfazer "macumbas", para recriar seres humanos potentes e iluminados.
Códigos genéticos transmutados em cura profunda de todos os corpos em todas as dimensões de existir.
Este é o milagre da VIDA sempre e o tempo todo.
Nascer e morrer em presenças que desconhecemos.
Em espaços que sequer pensamos.
Em tempos que não podemos definir.
Em conceitos que não sabemos explicar...
Em conhecimentos que leva a alcançar o prazer maior de cienciar que só o silêncio pode nos dar.

Fiquem bem
Cuidem-se bem!!!

Livia Leão



domingo, 11 de março de 2012

CONFISSÕES ... !!!



Descobri que a única obrigação que tenho é com a morte.
 E que estou pronta...
Não disfarço  meu medo e despreparo para a vida, que cheia de ilusões seduz e maltrata. 
Que se justifica em tempos de beleza e decrepitude, em estados de sobras e faltas, em doações e tomadas abruptas.
 Com carinhas sorridentes manifestadas para nos enganar... 
Lido mal com a vida.
É uma escolha cruel de aprendizado.
 E um eterno repetir de ano... 
de novo, de novo e de novo!!!
Por isso que ilustramos quase tudo com figuras de animais irracionais e estamos negando de maneira muito gritante o fardo que carregamos de existir conscientemente...
De pensar, de idealizar qualquer coisa que nos mantém vivo e que nos garanta a eternidade.
É angustiante!!!
O tempo que é movimento do pensamento e que nós não aprendemos a dominar, a elaborar para aquietar nossas angustias de viver morrendo e morrer vivendo e de morrer em vida, faz-se inimigo em versões reais pelo não entendimento.

Cuidem-se bem,
Fiquem bem!!!

Beijos... LLeão


DIÁRIO DE BORDO - Sobre o Japão






EDUCAÇÃO que gera ESTIMA, INTERESSE, FORÇA, CUIDADO, CONSICIÊNCIA, UNIÃO... 
Um País é feito de pessoas e por pessoas.
 E as pessoas é que constroem e mantém seus espaços. 
Que cuidam de suas vidas com interesse somando forças. 
Unindo-se uns aos outros, com atenção e empreendimento.
Quando não somos capazes de com todo potencial RECONSTRUIR nossas vidas com tempo para dor prolongada e alimentado pela PREGUIÇA - símbolo de pouca estima - é sinal de que além de pobres, miseráveis, somos coitados em sentimentos necessários para que algo seja feito por nós sem cobrança de compromisso de terceiros.
O JAPÃO é um rico exemplo disso!!!
O POVO, a população trabalha pelos seus interesses e escolhe RECONSTRUIR ao invéz de RECLAMAR.
Reinvindica com seriedade, arregaça as mangas e faz... mesmo!!!
Mesmo as "noxas" (manifestações da natureza) não os intimidam e acovardam... a VIDA é muito mais importante e necessária.
Fruto de EDUCAÇÃO que gera CONSCIÊNCIA e ESTIMA.

Gambarê!!! (força)

Adoro!!!

Fiquem bem,
cuidem-se bem!!! 



Livia Leão




quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Diário de Bordo - Diariamente ...




Estou vivendo momentos muito interessantes de apreendizado...
 Aos cinquenta e quatro anos passeando pelas mais diferentes reflexões, amostras felizes e infelizes de construção de existência sem norte, régua e compasso, orientação e a falta dela.
Escuto e vejo pessoas dizerem e fazerem de suas existências um passeio deslocado, pensamentos que nada têm de construídos...
 E assim os dias passam, o tempo corre ...
Feito um louco nos pega e atropela logo alí...
 na falta de atenção, nos des-cuidados.
Sei que o meu prognóstico é complicado, mas sei também que está difícil de construir algo melhor, vislumbrar otimisticamente acontecimentos e concretizações melhores... UFA!!!
Quem sabe tudo isso muda assim...
de um momento para o outro!!!
Eu acredito nisso...
e vocês?
Fiquem bem e
cuidem-se bem!!!

Livia Leão

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Ufa!!! Tá puxado a viagem...

Tomar decisões!!! 
Fazer reflexões baseadas em aspectos justos e sensações que não passeiam por emocionalidades e sentimentos arrogantes, vaidosos e carregados de mágoas, ressentimentos é algo muito complicado... mas é esse o momento!!!
Quando estamos encurralados precisamos lançar mão de algo que sequer sabemos se temos armazenados...
Uma coragem enorme de arrancar a vida com as mãos porque só pode ser feita por nós mesmos.
Delegar não é possível...
Não há quem possa fazer isso!!!
Pelo menos melhor que nós mesmos...
E quem disse que isso faz parte da viagem?
Onde está escrito dentro de nós mesmos que estamos à mercê dos outros, de suas demandas, das escolhas que fazem e que atropelam quem está acordada?
Preciso do silêncio e de cuidar de mim...
URGENTE!!!

Livia Leão

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Saudades do meu diário de bordo!!!


Tem me faltado inspiração... tempo. 
Parece que tem faltado empolgação também...
Tenho priorizado coisas e pessoas além de mim que parecem ser por mim, não sei!!!
Quem sabe de repente posso voltar para minha casa.
Quem sabe posso organizar meus espaços.
Até mesmo ordenar minhas idéias...
E se tudo isso for um devaneio?
Não tem problema...
A vida é mesmo essa coisa complicada, sem lógica... que de vez em quando pensamos que podemos dominar, governar, arrumar, organizar... mas que na verdade não é nada disso.
Começo a pensar que para quem vai na "avalanche" é mais fácil e menos cansativo.
E o "cansativo" é o "X" da questão.
Recarregar a bateria é necessário, poder colocar as idéias e renovar as energias pode ser algo que favorece o encantamento...
E deixar a vida com a minha cara é uma missão que precisa de mim...
que só depende de mim.
Pra isso, preciso esquecer as demandas externas, confiar e fechar os olhos para o resto do mundo "egoistamente"...
Ainda não consegui processar isso direito, mas acho que é isso que está faltando.
Salvar-me!!! É isso...
a viagem está complicada porque estou precisando organizar meu roteiro e escolher melhores lugares para visitar...

Livia Leão

ORAR, ORAÇÃO, ORAÇÕES!!! ...

Todas as formas de oração são perfeitos apelos em nos alinharmos com o que queremos, com o que se sente, com o que buscamos dentro de nós...