domingo, 28 de fevereiro de 2010

DIÁRIO DE BORDO - Confissões de uma ex-adolescente...

Sempre quiz em algum momento falar sobre um assunto que me intriga... quando ouço pessoas fazendo discursos em algum momento de grande importância em sua vida e que de repente se fala e agradece a pessoas, quando se atribue méritos e considerações por aquele momento, por chegar onde chegou por exemplo. Me sinto um ser de outro planeta porque não tenho como pensar desta forma... todas as minhas gratidões e sentimentos de vitória, posso dizer que foram meus mesmos em parceria com o Universo.
Nasci em uma familia que não tem  participação nas conquistar uns dos outros. Que não há "torcida" para que se vença nas mais simples e importantes situações. 
Isto com certeza é uma das mais profundas reflexões que faço todos os dias, para entender, para não deixar que me impessa de ir em frente, acreditando que posso e mereço, ainda que nenhuma pessoa que "considero" importante, esteja comigo no momento em que chego, onde quero chegar.
Claro, que a esta altura do campeonato e estando onde estou hoje, nada disso faz qualquer diferença, mas lá, na adolescência, onde não havia nem esse estímulo e credibilidade e sim zilhões de críticas e julgamentos cruéis. Muitos dedos apontados e expectativas de que fracassasse foram cruciais para que demorasse demais a saber o que queria, como queria e o que é pior, se merecia qualquer coisa de bom e que me desse o mínimo de confiança e auto-estima.
Então, tive que ser uma pessoa independente, uma pessoa forte, uma pessoa corajosa e poderosa por demais, cedo muito cedo. E sei que foi legal o resultado. Gosto muito da pessoa que sou hoje, me admiro e me considero uma vencedora.
Sei que ainda preciso de aprimoramento, que preciso cuidar de mim com muito mais carinho e respeito, mas fico feliz quando percebo as minhas inúmeras qualidades e conquistas. A vida tem um sabor maravilhoso e um cheiro delicioso da gente mesmo... vencendo as nossas dificuldades, escolhendo nossas experiências, encontrando grandes mestres para trocar; aprender e ensinar. Renovando nossos contratos o tempo todo, todos os dias; quando acordamos temos essa obrigação. Ainda que viciados nas mesmas coisas, no mesmo pensamento, nas mesmas pessoas, podemos se quisermos contratar outras inúmeras para nos enriquecermos ainda mais.
Existem zilhões de coisas maravilhosas, fascinantes, encantadoras no mundo, no universo entre as pessoas... se nos limitarmos perdemos o bonde, deixamos de experimentar e experienciar as mais ricas e diversas... se ficarmos então dentro de casa, pensando apenas nas pessoas que nasceram das mesmas pessoas nos tornamos limitados, infelizes, des-articulados e pobres.
Considero a familia biológica um lugar difícil de crescimento e de evolução.
Eles são inimigos íntimos, testemunhas que não precisamos, olhos que só vêm de cada um "defeitos", como se fossemos máquinas.
Não dá para amadurecer, não dá para ser um ser melhor, não dá para alçar grandes vôos quando se fica na casa da mãe, junto com irmãos, mesmo reconhecendo que os amamos "incondicionalmente".
Sim, porque se procurarmos motivos para amá-los não encontraremos!!!
Acho que existe algo muito maior embutido nestes sentimentos que rolam entre irmãos, em meio a tantos acontecimentos, a abandonos, faltas e ausências!!!
Terapias, conversas, com-vivências, rotinas, necessidades supridas e não supridas, enfim, zilhões de situações difíceis de serem analisadas e digeridas.
Mas que para mim são da maior importância entender, processar, falar, declarar, escancarar... deixar sair para aliviar.
Neste momento, depois de cinco décadas passadas, de muito buscar... posso dizer que sou uma pessoa feliz e do balacubaco.
Me construir foi uma trabalheira... é uma aventura maravilhosa da qual tenho o maior orgulho e  pretendo continuar até respirar pela última vez.
Não há nada que me fascine mais na vida do que esse processo. O meu grande e único projeto é me conhecer. É um dia me olhar no espelho e dizer sem nenhuma sombra de dúvida que me amo, que esse negócio de ser Livia Diamantina Leão é uma maravilha e que sou uma criatura leve, muito leve...
Não me ocupo em ser mulher, sempre me ocupei em ser uma pessoa, em me tornar um ser humano que faz diferente e que faz a diferença. Que as minhas atitudes são bacanas, que os meus feitos são sempre movidos e motivados pelo bem, intencionados para construir e agregar valores éticos. Com muita dignidade e integridade.
Todos os conceitos alheios não fazem eco sobre a pessoa que construi ao longo do tempo que estou por aqui como Livia. Tenho uma natureza repleta de qualidades lindas e as procuro dentro de mim pra colocar no mundo, através das minhas relações, no meu trabalho, no meu dia a dia que sempre foi avassalado por afazeres que muitas vêzes não faziam parte do meu projeto. 
Mas sempre encontrei um jeito de ficar só e em silêncio para escutar minha voz interior, para saber quem sou e o quanto de mim pude excercitar no momento em que estou manifestando qualquer coisa.
Sempre detestei "fazedores de cabeça", criaturas que precisam propagar suas verdades e manifestá-las através dos outros, dos que pouco pensam e discernem. 
Todos os meus mais terríveis erros, todos os meus mais lindos acertos foram nascidos e criados dentro do meu cérebro e da minha consciência que sempre foram meus melhores amigos e conselheiros.
Penso a vida de uma forma muito peculiar e a vivo também peculiarmente. Não tenho medo dos meus medos, não temo as minhas idiossincrasias. Adoro qualquer coisa que encontro dentro de mim. Umas quero manifestar, outras muitas guardo como pedras preciosas, tesouros que jamais serão violados por serem genuinamente meus. Agradeço sim, todos os DNA's, todas as heranças e "insights" alcançados no silêncio de uma natureza rica e abundante, de uma VIDA que nunca se encerra e que é maior do qualquer árvore genealógica; contém todas as sementes de infinitas possibilidades e traduz poder que não pode ser condicionado a nada ou a alguém... é da natureza é natural. 
Sou filha legitima do UNIVERSO!!! A ele confesso tudo que sinto, com ele compartilho tudo que sofro e que me faz feliz sempre o tempo todo, ainda que chore, que seja rabujenta, que ria e que me encante. Sou humana e amo a humanidade. Sou natureza e amo a natureza. Sou eterna e impermanente e já não me inquieto com isto. Adoro esse negócio de nascer e morrer todos os dias... pena que ainda não sei ser outra pessoa todos os dias... mas ainda chego neste lugar, onde a renovação seja algo visível, dinâmico, o tempo todo e todo o tempo. Deixar os vícios e condicionamentos. Libertar-me das pessoas e coisas... das comidas e das bebidas, das substâncias enfim, que despersonalizam, que coisificam, que tornam igual todos os dias cansativamente!!! Exaustivamente!!!
Precisamos dispor de enormes quantidades de energia para sermos tão repetitivos, durante décadas... para sustentar uma imagem permanente, para sermos identificados... do contrário as pessoas não saberiam ou pelo menos não poderiam versar sobre nossas vidas se não pudessem nos identificar como a mesma de ontem, de ante-ontem, de dois anos atrás, de cem anos enfim!!!
O maldito óbvio... de novo, de novo, de novo...!!!
Ao invés do "TUDO NOVO DE NOVO" (Moska) que seria bom por demais da conta...

Livia Leão

 

 

Em algum lugar dentro de nós sempre há a certeza de que um dia caberemos em nós mesmos!!! Vale a pena a busca, vale a pena sermos a mais verdadeira de todas as pessoas que quisermos ser... e por aí vai!!!
Livia Leão


 

sábado, 27 de fevereiro de 2010

DIÁRIO DE BORDO - Solução de vida!

 

NÃO EXISTE POESIA
NEM ALEGRIA
NA CASA,
NA RUA,
NA CIDADE,
NO PAÍS.
É TUDO SOLIDÃO
MEDO,
LOUCURA
E PAIXÃO.
OS HOMENS
SE PERDEM
IMERGEM POR PURA
COMPAIXÃO!!!
SOFREM,
CHORAM,
E GRITAM
SEM ECO
SEM MOTIVO,
SEM RAZÃO.
JÁ NÃO HÁ SOSSEGO
NÃO HÁ APEGO
NAS RELAÇÕES.
SEJA QUAL FOR,
COMO FOR...
NÃO HÁ
SOLUÇÃO!!!
SOLUÇÃO DE VIDA
E DE MORTE...
TAMBÉM NÃO!!!

Livia Leão



DIÁRIO DE BORDO - Sem medo nenhum!!!

 

SOU...
COMO O MAR,
QUE GRANDE E FORTE
INSPIRA MEDO
E FAZ AFASTAR.
SOU...
MOVIMENTO
E MUTAÇÃO
COM MUITA EMOÇÃO.
MAS AO MESMO TEMPO...
SOU...
MENOS EU
QUASE ALGUÉM
SEM MEDO NENHUM.
MUDO
DE COR
SAIO
DO SÉRIO
E SOU SÓ MISTÉRIO
SE PRECISO FOR.
SOU...
VIDA
E SOU MORTE
PARA ENTENDER.
MEIO ESPÍRITO,
MEIO GENTE,
MEIO MULHER!
CEM PESSOAS,
UMA CARA.
NO MOMENTO QUE VIER...
SOU...
SENTIDO
E SENTIMENTO.
E FUJO
COMO O VENTO
DOS SEGREDOS
DE VIVER.
SOU ENCONTRO
E DES-ENCONTRO
SEM PARAR
DE PENSAR.
SEM QUERER
QUESTIONAR!!!

Livia Leão



DIÁRIO DE BORDO - Carência desesperada!!!

 

TODA INCOERÊNCIA
E INCONSTÂNCIA DO MUNDO
CONHECI DE PERTO.
FEITO HOMEM...
COM FORMA HUMANA
SEM SEQUER SER GENTE
E PESSOA...
PODIA SER?
ERA REAL
E DAVA MEDO!!!
AMOR E ÓDIO.
 SABEDORIA
E IGNORÂNCIA
QUASE SEMPRE MONSTRO
COMO NUM PESADELO.
DENTRO DE MIM
UM "DEUS"
PELO QUE QUERIA SENTIR.
FORA DE MIM 
DEMÔNIO.
QUE IMPEDIA A PAZ
E TIRAVA O SAL
E O SONO!!!
A VOZ
TIRAVA A SAÚDE MENTAL...
A PRESENÇA
ERA UM VENDAVAL!!!
CONHECI DE PERTO
O DÚBIO SENTIMENTO,
A DÚVIDA
DO BEM 
E DO MAL...
DE SER FELIZ
POR SER CRIANÇA
E DE SOFRER 
POR SENTIR
AS MAIS TERRÍVEIS EMOÇOES.
CONHECI DE PERTO
A DEMORA DO ANOS
O DESESPERO DE CONVIVER
COM TANTOS SENTIMENTOS RUINS
COM TANTA VIDA CANSADA...
QUE MUITAS VÊZES
QUIZ MORRER
DUVIDANDO
QUE O TEMPO ME SALVARIA!!!
CONHECI DE PERTO...
O AMOR LOUCO
A CARÊNCIA DESESPERADA
A ANGUSTIA DE SER SOZINHA
E SEM CHÃO.
CONHECI DE PERTO
A AUSÊNCIA DE COLO
E DE ACONCHEGO.
E EU...
O QUERIA BONITO,
SE DANDO,
SENDO AMIGO,
ME DANDO
MUITO AMOR.
ENQUANTO ESTÁVAMOS JUNTOS...
CONHECI DE PERTO
A AUSÊNCIA DE AFETO
E A FOME DE CARINHO.
MUITAS VÊZES PRECISEI MORRER
PARA NASCER...
MAIS LIMPA,
MAIS LEVE...
ME CONHECER DE PERTO
E ME AMAR
E PODER SER
QUEM SOU 
É O QUE PODE
ME FORTALECER!!!
PORQUE 
O TEMPO ME DEIXOU
PERMANECER...


Livia Leão


 

P.S. O nosso melhor amigo é realmente o tempo. Já que escolhemos estar aqui com toda responsabilidade que   isso requer é um grande alívio crescer, caminhar... e reconhecer que somos nós mesmos quem fazemos tudo ser como é no presente... um grande presente!!! A VIDA.

DIÁRIO DE BORDO - Falando, falando e falando... sem parar!!!



 


Coloquei esse desenho da RADICAL.CHIC para homenagear minha prima querida Cecilia Rangel, com quem passo dias a fio falando, falando e falando, sobre todas as coisas... papos sem fim ... jamais concluídos, com muito para refletir desde sempre, porque nascemos com uma diferença de apenas um ano.
Bom demais! Saudável demais... rico demais!!!
Considero essa a mais verdadeira de todas as riquezas. 
Falamos de astrologia, de filosofia, de medicina alternativa, de muitas alternativas... de amor, da falta dele, de como queremos e precisamos das coisas e de todas elas da melhor maneira.
É inteligente de dá nó!!!
Escreve maravilhosamente bem... tem uma criatividade infinita...
Falamos de budismo, das civilizações tolteca e védica... tiramos de todas e de tudo o que tem de melhor e colocamos em nossas vidas para nos adaptarmos e adequarmos, porque somos na verdade pessoas diferentes por demais, principalmente como mulheres que fazem escolhas não muito comum!!!
Somos felizes... muito felizes!!!
E bancamos todas as nossas escolhas com todos os ônus e bônus, porque adoramos rir e rimos muito juntas.
Acho que ela é mais leve que eu, tem um humor e alegria.
Acorda acordano o mundo, ouvindo música de excelente qualidade em volume alto!!!
É atriz, escritora, produtora, cantora, compositora, dona de casa... etc... falo para ela que é uma equipe, não é uma mulher apenas é uma duzia delas!!!
Essa é bem uma característica das mulheres da minha familia, mulheres fracas na nossa familia nascem homem!!!
AHAHAHAHAHAHAH!!!
Precisamos claro, dos homens, gostamos deles como companhias sexualmente falando, das suas cabeças des-complicadas, dos seus hormonios maravilhosos... quem não gosta de uma boa voz cheia de testosterona?
Só se for maluca!!!
Mas nos "ATURAR" é que são elas...
Mulheres radicais-chic parecem ser mulheres condenadas a esperar muito mais para encontrar as pessoas que objetivam.
Somos movidas a AMOR, daqueles que são raros, mas não impossíveis...
e agora que aprendemos que o IMPOSSÍVEL É SO UMA QUESTÃO DE DATA;
ninguém nos segura!!!
AHAHAHAHAHAHAH!!!
Na verdade não nos ocupamos com essa questão, nossas vidas são movidas a emoções e a criação de uma universo particular da maior importância.
Tenho muito orgulho de ter uma pessoa da melhor qualidade na minha familia biológica e bem perto de mim.
Morando no meu coração de tamanco e baby-doll!!!
Será que é assim que se escreve?
Beijos prima querida do meu coração...
asta!!!





Livia Leão

DIÁRIO DE BORDO - Pensando alguma coisa dos dias que passaram...






Falo tanto ou melhor converso tanto com pessoas que atendo, me enriqueço tanto das suas histórias que é maravilhoso e chego mesmo a pensar que tenho a melhor de todas as profissões.
A sensação é boa demais de conhecer o que pensam e como pensam as pessoas diante das suas experiências, das suas dúvidas, dos seus medos e coragens sem limites. E concluo que nós humanos nos atemos demais as nossas deficiências, ao invés de valorizarmos e prestarmos  atenção nas nossas mais profundas conquistas durante o nosso caminho.
Somos injustos e crueis, porque ficamos presos aos nossos pseudos fracassos ou melhor nas coisas que deixamos de conquistar ou que pensamos que deixamos de conquistar.
Nas coisas que desejamos mas que no fundo não fizemos tanta questão assim, porque desistimos com facilidade, enfim... infinitas coisas que foram... são passado... estão esquecidas, arquivadas ... que poderiamos com certeza deixá-los em cantos que não acessamos mesmo, por não ter nenhuma importância momentânea... 
Carregamos fardos, pesos pesados...inutilmente!!!
Pensar nas nossas desistências é deixar de ver o nosso presente... o melhor de todos os tempos... o aqui e o agora!!!




Tomei muita consciência disso outro dia quando fui a cidade. 
Voltando entrei no trem do metrô com o mesmo comportamente/atitude de alguns meses atrás, ou seja, usando o condicionamento e a confiança em que as coisas não mudam... lendo meu livro ... de repente acordei... voltei para o presente felizmente e levei um pancadão!!! O trem estava na superficie... caramba!!! O que aconteceu? Gente foi uma sensação indescritível, porque foi um misto de terror, de insegurança, de consciência da negligência terrível com o presente, com estar onde estou... para não ser surpreendida com acontecimentos ditos "inesperados"... o inesperado é exatamente isso... essa nossa falta de cuidado e atenção enquanto fazemos qualquer coisa. 
O meu cérebro foi lindo como sempre!!!
Ai de mim que não fosse ele me convidar a tirar os olhos do livro e prestar atenção no que estava acontecendo!!! Iria conhecer a PAVUNA sem ter me programado para isso.
Foi uma experiência?
Sim, uma simples experiência que poderia ser e ter consequências muito sérias.
Ainda estou processando esse comportamento, essa falta de atenção, esse des-ligamento do que acontece fora de mim enquanto me desloco, enquanto ando pelo mundo.
"DANGER" total!!!

 
Por todas as razões... claro que não sou esse ser humano impecável ainda, como quero um dia ser... mas senti-me um ser perigoso e nocivo a mim mesma.
Adoro fazer tudo com muita consciência, atenta, acordada, desperta... presente.
Faço esse exercício diáriamente a todo momento.
Depois desse acontecimento fiquei ainda mais criteriosa, esperta!!!
Sei que podemos funcionar muito melhor assim, que podemos ter uma existência muito melhor quando cuidamos da nossa atenção em relação a nós e a tudo que nos cerca.
Nem sempre é possível porque estamos cercados de pessoas cada uma com seus interesses e necessidades, mas nunca podemos desistir de criar um ambiente pacifico, confortável, cheio de alegria ao nosso redor!
Mas tenho procurado sem cansar colocar em prática esse jeito gostoso de viver.
A bendita leveza, a maravilhosa existência recheada de acontecimentos e escolhas feitas com consciência e grande delicadeza.
ACREDITO NISSO!!!
 

Por isso procuro ter com minhas pacientes e com todas as pessoas enfim, relacionamentos mais profundos e integrados, para trocarmos nossas preciosas experiências, bem como fomentarmos um universo bom, simples, alegre e equilibrado...
Fazer bons acordos em usar nosso cérebro para nos localizarmos sempre da melhor maneira.
É sempre bom nos comunicarmos e nos tratarmos com muito carinho e atenção.
Nosso corpo,
Nossa mente,
Nosso espírito...
AGRADECEM!!!

Livia Leão

sábado, 6 de fevereiro de 2010

DIÁRIO DE BORDO - Mudança radical.com

AMOR REGADO A UMA LINDA AMIZADE...


Acordei... e tudo que me veio em pensamento/sensação foi a solidão!!!
 Bem feito... quem mandou ter a lua em escorpião... sim, mas fui surpreendida com um comentário aqui no meu espaço de grande solução e solidão, do meu mais querido amigo que a natureza me presenteou de maneira generosa para dar uma amortecida no resto... porque ninguém é de ferro!!!
AHAHAHAHAHAH!!!
Confesso que adoraria ser sua mãe, sabe como?
Porque um filho lindo, empreendedor, divertido, do bem total, nascido para ser um homem bem sucedido, que tal?
Quem não queria ser veículo?
Bonito em todos os sentidos mesmo... leve, muito leve.
Simples, muito simples!!!
Pura injeção de ânimo...
Começo a pensar que seria muito bom e que todos os seres viventes do planeta mereciam acordar, despertar, recebendo mensagens vindas através de qualquer pessoa ou de todas as pessoas... faz um bem enorme.
Ainda que eu goste muito do olho no olho, do contato físico, do abraço que se sente com todos os braços necessários e mãos precisas; por aqui podemos usufruir de dizeres valiosos que modificam o nosso laboratório químico.


Adoro pessoas que me acrescentam, preciso de relacionamentos que têm conteúdo e elegância, pessoas com quem possa chorar... porque eu sou uma pessoa que chora de tudo e por tudo... e o Bruno é esse amigo, com quem falo de tudo... muita bobagem, confissões cabeludas, declarações impensadas, confiança depositada em uma caderneta de poupança maravilhosa que rende os maiores e melhores juros de todos os bancos de amizade...
Tem uma qualidade que eu amo de paixão que é não ser cobrador.
 Cumprimos e des-cumprimos coisas marcadas e não agendadas, somos amigos anárquicos e totalmente sem vergonha... um do outro, claro!!!
O que gosto mesmo é de senti-lo no mundo, crescendo, conquistando seu lugar merecido... alcançando sua mais perfeita realização... um geminiano do balacubaco.
brigadaaaaaaaa!!!
O mundo é que agradece a sua presença...
muitos beijos e asta la vista baby!!!



Ainda que eu seja assim... sempre acabo ficando assada quando silencio e encontro todas as respostas para as minhas inquietações, reverenciando a VIDA, os encontros e despedidas, mudando meus padrões de pensamento a todo segundo para melhor abraçar esse momento, aqui e agora...
Beijo no meu amigo especial e em especial...
Que assim seja!!!

Livia Leão



ORAR, ORAÇÃO, ORAÇÕES!!! ...

Todas as formas de oração são perfeitos apelos em nos alinharmos com o que queremos, com o que se sente, com o que buscamos dentro de nós...