Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2017

MORTE!!! ...

A morte é um trânsito de muito pensar e pesar porque dá vida a quem ficou sem o sopro a ânima perdendo seu corpo físico. 
Quando alguém nos ensina através da sua ida para outros circuitos de energia verticalizamos sua força em pensamentos e descobertas que aqui não alcançamos por distração por medo por ocupações. 
Trabalhamos estudamos fugimos do amor e de tudo que ele faz em nós internamente e de tanto que ele nos "ocupa" extensivamente...
E em desespero começamos a resgatar o que não mais importa porque o padrão mudou radicalmente. Ficamos com a bruta sensação de falsa perda de não termos sido e feito o que deveríamos ou o que poderíamos.
Precisamos criar outras esferas de com-viver. Confirmar diariamente nosso afeto o mudismo a ausência e a presença vazia do dia a dia sem consistência recheado de episódios. Tentativas vãs de nos conhecermos e vivermos relações onde as afinidades são pobres e vazias porque somos todos só em um universo desconhecido em expansão.
A nossa riqueza …

MINHA CHATICE INVETERADA!!! ...

A vida nunca é assim assim uma BRASTEMP ela é uma leitura que varia de acordo com o nosso humor. De acordo com o nosso contexto e hormônios que variam que podem sobrar e faltar mudando assim a nossa capacidade de entender qualquer acontecimento com o distanciamento necessário que nos garante um olhar cheio de compaixão de uma compreensão que faz pensar até que nada é com a gente.
Essa blindagem é uma prática. Passamos alguns momentos de nossa vida sendo atingida aleatoriamente por conta da distração. Depois de um tempo começamos a perceber que podemos nos proteger mesmo, criando um refúgio ou uma fé que coloca tudo no lugar ou onde a gente elege pra colocar o que quer que seja...
E seja o que for nesta dimensão passa, ... e as coisas que damos vida excessiva porque alimentamos e assim cresce e ganha força elas podem nos engolir.
Nos engolem mesmo, nos fragilizam e ficamos sem força para caminhar; muitas vezes paralizamos em função de algo que nem vai nos acrescentar, ... até porque tudo …

CONTAGEM? ...

Está comprovado que não se pode fazer planos para qualquer tempo ainda que próximo.
2017 ano em que fiz 60 anos. Tinha pensado junto com meu irmão que morreu em fazer uma festa para comemorar!!! ... E eis que ela a dona morte deselegante que é carregou meu irmão deixando assim um rastro de tristeza e avassaladora dor no meu coração.
E fiquei eu aqui com cara de paisagem sem entender nada e ao mesmo tempo comprovando as coisas que sempre pensei da Vida e suas surprezas e desagradáveis manifestações que não escolhem datas para acontecer.
E o ano ficou assim incompleto ou completamente sem rumo, muita coisa ao mesmo tempo e um bocado de questões a serem fechadas em reflexões que me fazem crescer e constatar o óbvio que é a impermanência e as transições...
É isso aí? Não... é muito mais que isso aí!!! A Vida em suas manifestações não nos privilegia em nada por sermos humanos. Por termos cognição somos atropelados pelas suas passagens. Pensamos pensar os nossos dias contados em qualquer coisa …

DESORDEM E CAOS!!! ...

Desde que vivi infância adolescência e adulta em tristezas carregadas de felicidade estou pronta para experienciar minhas fases complicadas de questões a serem cirurgicamente vistas analisadas compreendidas e deixadas pra lá ... "lá" que significa cronológicamente passado, passou!!! ... 
Escala e escada do tempo que se pode pensar como sendo de subir e descer, de chegar em qualquer lugar de alcance do sentir o sentimento de perceber onde está aquilo que se quer encontrar. Dar de cara com qualquer coisa que pode ser do nosso agrado ou totalmente fora do que se pensa conseguir.
Esse tocar com as mãos essa natureza material e materialista trás em escala complexa muita confusão mental. Mas no fundo sabemos que muito mais concreto que qualquer encontro físico é a mente que passeia pelo espaço/tempo que a gente desconhece mas que legitima qualquer visão em contato com a frequência e sintonia do nosso desejo e querer genuino...
Em mortes e vidas que se visita o tempo todo. Mortos vivo…

DELICADEZAS!!! ...

Pra mim e por mim a vida seria só coisas boas. E ela até é!!! ... Nós perdemos com facilidade o bonde das coisas e de certa maneira valorizamos excessivamente os episódios que poderiam ser menos pensado examinado refletido para que não acumulemos cargas pesadas sem necessidade...
O que pelo menos pra mim faz crescer qualquer coisa é o valor que a gente dá o quanto dispendo de energia em reflexão que nunca chega a nenhum lugar...
Complicar a vida não nos conduz a sensações e conclusões favoráveis em termos de aprendizado e alívio interno.
Precisamos buscar em nós mesmos as sensações que causam os pensamentos ou as nossas mais bobas reflexões sobre os acontecimentos que vamos presenciando no dia a dia ou até mesmo aqueles que sem prestar atenção vamos causando!!!
Quando não se tem colinho para descansar ou para dividir nossas dores precisamos acionar em nós a força que nos fará superar em alívios bons de continuar...
Sem medo da dor e do chorar precioso que organiza nossas desordens momentân…

INTELIGÊNCIA!!! ...

A inteligência é conceitual e ainda que a gente não creia é palpável. Quando aprendemos a sair das nossas encrencas quando conseguimos nos colocar diante da vida em qualquer tempo de maneira auspiciosa de maneira elegante delicada conseguimos imprimir em nós e em nosso circuito favoráveis veios de pensar e agir de maneira inteligente.
Esse processo de educação e de estar atenta às circunstâncias criadas por nós mesmas ou pelo meio em que estamos momentaneamente inseridas é o que denota nossa inteligência. Sabedoria adquirida por uma inteligência vigilante e emocionalmente saudável que nos dá suporte e passaporte para a vida só e em sociedade.
Uma sociedade que esquizofreniza precisamos estar atentas e alertas para fazer nossas escolhas sem considerar que estamos deixando qualquer coisa pra trás.
De tudo que há não precisamos experimentar sem a nossa devida triagem que denota nossa inteligência  amor próprio e estima.
Ter medo e enfrentar!!! ... Saber que o medo não pode ser maior que a ge…

FRAGMENTOS!!! ...

A harmonia e o equilibrio são parte do caos que precisamos transitar para chegar em qualquer lugar aqui dentro e cá fora. Chegar em algum lugar é saber que precisamos experienciar nossas ambivalências, nossos estados contraditórios de amor e ódio, de nascer e morrer, de estar e se ausentar etc, etc...
Somos oscilantes humorais e isso nos garante sanidade mental. É a nossa reação ao que acontece por perto e que nos atinge em despreparo. Fugimos dos assuntos que nos incomodam e nos proibimos de mexer em coisas que vão bagunçar nosso coreto.
E assim postergamos nossas transformações preciosas. 
Baús cheios de coisas a serem "resolvidas" e que precisam loucamente ficar ali guardadas para serem visitadas em outra oportunidade quem sabe mesmo em outra existência quando não mais saberemos do que se trata. Caixa de pandora é melhor, tem surpresa e alegrias armazenadas para serem usadas a qualquer momento quando precisarmos fugir nos esconder criar um instante melhor de contentamento ai…

VERSÕES DE MIM MESMA!!! ...

Das versões de mim mesma a que mais gosto é a que com paciência e uma pequena dose de "tolerância" pensa sobre as coisas que estão ao redor.
E das pessoas procuro de igual maneira tirar as suas melhores versões. Muito me chateia quando saio desse prumo. Ainda mais quando fico ali em insistentes contatos tentando trazer pra mim alguém que não está dando sinal de vida... ainda que sem expectativa esta é uma frustração.
Bem, mas em relação a qualquer outra pessoa que não eu mesma só posso  lamentar. 
Em inúmeras versões a gente passeia pela vida. Nem sempre nos interessamos em trocar com quem quer que seja. E essa versão que se basta é incomodante para os outros que vivem a cobrar da gente que a gente seja como todos os outros seres que andam por aí vivendo suas solidões acompanhados...
Gosto da minha versão invisível e muito mais ainda da versão contempladora da vida e das coisas que fazem parte do meu cenário; cenário que eu construo com o meu olhar generoso e cheio de admiração …