Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2011

DIÁRIO DE BORDO - Nem pensem que sou eu!!!

Preciso matar  a preguiça existencial e usar a minha inteligência simples confiando no meu cérebro para des-considerar a embriaguez do planeta que deixa todos de porre e em posição des-vantajosa;  O narcotismo que se apoderou do cérebro de todas as faixas etárias transformando as ruas em ambulatórios psiquiátricos.
Salve as angustias do humano, nos salve das inquietações do que se recusam a usar seus cérebros para pensar e alcançar lugares de possibilidades aconchegantes... Fechar os olhos e as portas, trancar todas as gavetas, esvaziar qualquer espaço de informações carregadas de ilusões incompatíveis. Não adianta querer ser tranquila... Quem escreve não é um ser tranquilo... Quem pensa não consegue encontrar tranquilidade no que acontece em seu interior e muito menos nas paisagens pelas quais passeia. Porque conseguimos ouvir todas as vozes e ruídos produzidos pelos cérebros transeúntes. O movimento das pessoas, as pisadas, pegadas... o inconformismo com a realidade fabricada no piloto au…