Pular para o conteúdo principal

DIÁRIO DE BORDO - Nem pensem que sou eu!!!






Preciso matar 
a preguiça existencial e usar a minha inteligência simples confiando no meu cérebro para des-considerar a embriaguez do planeta que deixa todos de porre e em posição des-vantajosa; 
O narcotismo que se apoderou do cérebro de todas as faixas etárias transformando as ruas em ambulatórios psiquiátricos.

Salve as angustias do humano, nos salve das inquietações do que se recusam a usar seus cérebros para pensar e alcançar lugares de possibilidades aconchegantes...
Fechar os olhos e as portas, trancar todas as gavetas, esvaziar qualquer espaço de informações carregadas de ilusões incompatíveis.
Não adianta querer ser tranquila...
Quem escreve não é um ser tranquilo...
Quem pensa não consegue encontrar tranquilidade no que acontece em seu interior e muito menos nas paisagens pelas quais passeia.
Porque conseguimos ouvir todas as vozes e ruídos produzidos pelos cérebros transeúntes. O movimento das pessoas, as pisadas, pegadas...
o inconformismo com a realidade fabricada no piloto automático.
O mundo que parece desforme, e des-conforme... a nossa intolerância e incompatibilidade... a falta de escolha e a falta de fé...
rezas, muitas rezas...
e nenhuma fé se tem!!!
Há dias em que se acredita que pode mudar interiormente os padrões massacrantes energéticos e alguns outros se tem um des-ânimo quando se conclui que é preciso um trabalho incansável, supra-humano para dar conta das transformações e transmutações necessárias para aquecermos nossos corações e ordenarmos nossos cérebros em direções intimas e pessoais. 
Em necessidades viscerais de vencer todos os monstros e sombras interiores que permeiam nosso universo interior e paralelo.
Não alimentar nossos mais imperfeitos inimigos particulares, trucidar nosso sabotador interno é diário!!!
Eles parecem imortais... e não são...
São frutos das nossas substâncias improduzidas e não produtivas daquilo que com uma péssima estima pensamos querer.
É preciso saber o que está acontecendo dentro de nós, quem está reinando em nosso interior e dar vida e colocar no mundo para que saia de nós e morra logo alí atropelado pelo primeiro pé inexorável... nada de vida longa e de ocupação no quentinho do nosso espaço interno, no nosso sagrado cérebro de infinitas possibilidades...
Nem pensem que sou eu o que sou!!!
Faço acordos com o que acontece ao meu redor...
e des-acordo para sobreviver a mim mesma.
Escrevo para aliviar a minha dor
e morro sempre porque preciso viver.
Fiquem bem,
cuidem-se bem!!!

Livia Leão


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

RECEBO E ENTREGO ...

Sobretudo as invisíveis!!! Aquelas que começam no pensamento,  aquelas que alimentamos diariamente em desejos e sonhos de realização. Aquelas que confessamos,  as inconfessáveis,  as insuportáveis,  as inimagináveis por se alojarem no nosso inconsciente, mas que estão em nós em alegres sabotagens. Em merecimentos e baixa estima. Sempre permeando os dois lados que precisamos escolher com consciência e sabedoria. Nos desafiarmos em prestar atenção as nossas escolhas é um exercício que facilita demais a nossa existência em comunhão com a certeza de que estamos encarnados para encontrar dentro de nós o direito e o dever de ser feliz. De compor uma vida e com a Vida uma sinfonia que pareça conosco, que traduz AMOR. Alegrias genuinas ainda que permeadas de todos os outros sentimentos pertinentes aos despertos!!! Sabermos que estamos inspirando e expirando. E esse processo se dá até que a Energia Vital cesse em abandono ao nosso corpo biológico. Somos um impulso do Universo. Depois de termos ido teremos fei…

PARA O MEU AMOR QUE É QUERIDO ...

E eis que a vida nos devolve coisas, memórias, pessoas ...  E eis que o velho se tornou novo e nos confundiu!!! Mas eis também que nós ficamos assim não intimidados, mas cheios de dedos, cautelas, cuidados ... Bom comportamento e falas sinceras que nos traduzem e nos colocam em posições que dão alegria, que nos concede intimidade que velada, pode ser que seja declarada. O amor , ... o amor e o amor... que se repete, que volta, que vai e vem, ...  retornando em novidades iguais em amadurecimentos!!! Amadurecimentos que nos envaidece, que causa imensa curiosidade, que dá vontade de abraçar o corpo, a estória e o caminho percorrido sem programar, sem planejar... Não foi o tempo quem voltou, não fomos nós que retornamos, foram duas pessoas diferentes em iguais movimentos e buscas inquietantes de se espelhar... Liberdade Curiosidade Necessidade de se encontrar... Somos almas iguais e não gêmeas!!! Somos macho e somos fêmea!!! Em delicadezas emocionais Em possibilidades cativantes em const…

EMMANUEL...

A sua chegada e eu ainda menina foi um dos mais ricos momentos da minha infância. Um acontecimento!!! O amor se formou junto com o seu crescimento no utero e explodiu em mim em alegrias de formar afeto, de aprender a cuidar de prestar atenção de acarinhar... Dia a dia todos os dias  convivemos em compartilhamento da nossa pobreza de dinheiro, das nossas necessidades não supridas, mas rica em interesse de vê-lo crescer, de prestar atenção em você... Tenho certeza que somos filhos de uma mesma energia, ... identifiquei a sua forma e o seu silêncio... e por isso te amo, identifico também essa separação estupida deixando em mim um vácuo. Eu sei porque você se foi!!! Ainda não sei porque eu fiquei... Se esperei você chegar e precisei estar na sua volta!!! De volta te conduzo à luz meu Manu... No exercicio de amar não precisa que se faça nada. Ao amar não é necessário qualquer condução... Ele é Assim como você em mim. Ainda estou com a sua presença física tatuada em mim, mas ela irá se colocar e aí vamos pod…