quarta-feira, 13 de setembro de 2017

ORAR, ORAÇÃO, ORAÇÕES!!! ...

Todas as formas de oração são perfeitos apelos em nos alinharmos com o que queremos, com o que se sente, com o que buscamos dentro de nós e no mundo manifesto e para se manifestar...
Toda nossa energia canalisada para as coisas que em orações invocamos, convocamos ou até imploramos para que se manifestem em sentimentos, sensações e materializações que consideramos ser do bem e do bom para as nossas vidas...
Santificamos os rituais em esquecimento de que a VIDA que estamos "levando" é o ritual sagrado do crescimento e da evolução.
Dharmas e Karmas palavras sânscritas que traduzem sentido da vida em ações causadoras de efeitos... nossos cérebros em êxtase na sua produção de substâncias, a nossa mente em funcionamento e diálogo profundo e harmonioso com a nossa alma e o espírito em alegria nos conduzindo elegantemente para o que aqui viemos experiênciar...
Cantar, dançar, sorrir, dormir, acordar, caminhar, comer nos alimentar, enfim tudo que fazemos é uma oração que se cumpre.
Esse acordar diário para uma dimensão diversa e rica em tudo que se pode ter e trazer para a nossa existência é a oração que se fez no dia anterior "sendo", manifestando-se...
Assim, precisamos de consciência, de estar consciente em nossos atos, em nossas atitudes escolhidas a cada momento em que nos dirigimos em pensamento e quereres a qualquer energia que habita o nosso Ser...
Nossos pedidos de SOCORRO são orações poderosas de nos salvar...
Cantar as músicas que nos acordam os sentidos, que nos elevam o pensamento e nos santificam em arrepios da alma e do espírito é a poderosa oração de todos os buscantes!!! ...
Alegrias substanciais de alcance e ou de alcançar o que quer se queira é a oração da GRATIDÃO e da satisfação prazerosa de nos reconhecermos vivos.
Oração é arrumar a casa, limpar poeiras do ontem, higienizar  lençois e travesseiros de sono e sonho de ontem que já passou...
O passado presente e o presente futuro em passeios mentais que fazem com que repitamos as dores e os horrores temidos e impregnados em nossa memória celular e lembrança da mente fofoqueira que não cansa de nos perturbar... é a nossa ausência presente em nossa vida sem a consciência da oração necessária que precisamos ORAR!!! ...
Silêncio e presença são orações poderosas de conscientes momentos eternos ...
Estaremos aqui manifestados sempre em eternas idas e vindas... e a oração da melhoria da dimensão de corpos, mentes e espírito é a sansara que nos ensina a VIVER!!! ...

Fiquem bem
cuidem-se bem!!!

Livia Leão


OS AMANTES!!! ...


Gosto por demais da conta desse negócio de SER AMANTE!!!
Ser amante é praticar o AMOR, é entregarmo-nos em sentimentos construtivos que nos enobrece e nos conduz a uma felicidade interior passando para o outro aquilo que temos e podemos ser de melhor...
Humanos, pessoas, homens, mulheres, criaturas possuidoras de capacidades lindas de doação, de chegar até o outro, em fazer parte da vida de alguém com a proposta rica de ser feliz em parceria!!!
Num outro vinculo de vida, num outro padrão que vai muito mais honestamente construindo os envolvidos, os envolventes e tudo que os permeia, todas os alcances que dois seres podem experiênciar em sintonia, em falas e silêncios que não têm fim...
Ser amante é esse atirar-se no abismo alheio, nas dores, nos prazeres, nos orgasmos, no cérebro, na alma, na  pele, nos beijos, em linguas e falas que não se ocupam em perder-se...
Ser amante é destemer-se!!! É esperar o tempo encaixar em cronologias organizadas para que o encontro aconteça. É a presença garantida em conversas que nunca se cansam em pernas que se acham e braços que se completam... é permutar e transmudar em aventuras e devaneios possíveis apenas para os românticos amantes entregues e inteiros em qualquer situação...

"... Pense como eu vim de leve
machuquei você de leve 
e me retirei com pés de lã
sei que o seu caminho amanhã
será tudo de bom
mas não me leve sério
passou esse verão
outros passarão
e eu passo!!!
O meu coração parece que perde um pedaço..." 
CHICO BUARQUE DE HOLANDA


"Não se afobe não, que nada é pra já
O amor não tem pressa
ele pode esperar 
em silêncio 
milênios
milênios
no ar...
Amores serão sempre amáveis
Futuros amantes quiçá
se amarão sem saber
o amor que um dia deixei pra você..."
CBUARQUE 

E é esse eterno começar, reencarnações em vidas, experiências a manifestar caminhos de maturar. Preparação incessante dos que sabem que a espera é dos que sabem amar... do amor que é eterno, do amor que é generoso, des-preocupado, infantil de tão vivente, envelhecido de tanto viver...

Livia Leão



PRAZER!!! ...



Todos os PRAZERES de que somos pacazes são parte da nossa riqueza interior. Essa sensação boa que precisa que seja inteiro, envolvendo todos os nossos veículos. Ele é plural não porque nos oferece coisas, mas porque passeia por tudo que somos nós...
Somos corpo, mente e espírito? Não somente, ... porque somos infinitamente potentes em nosso trânsito.
O prazer é o motor que fabricamos sinestesicamente para despertarmos para o que nos é caro!!! É a manifestação de que aquilo é bom, tão bom que nos dá prazer, que nos concede prazeres...
Prazer de tudo que somos, de tudo que alcançamos, prazer de ter consciência da Vida que habita em nós em escolhas que nos mantém e sustentam prazerosamente, ... ADORO!!!
Sentir prazer é libertador, se permitir viver de prazer e com prazer é saber que somos nós humanos herdeiros do Universo e da Energia que tudo crea ou cria, das mais divinas capacidades de sentir e reconhecer e até mesmo conceituar tudo que acontece em nosso organismo em manifestações prazerosas.
Prazer em sentir a nossa pele, de sentir os cheirinhos bons que muita coisa tem, os sabores, em tocar os objetos, em enxergá-los, em nos encantarmos com o outro, em nos interessarmos pelo outro, ... prazer em nos dirigirmos ao outro, em nos aproximarmos dos outros...
Prazer em ter vida, em estar viva, em viver!!! ... PRAZER!!!
Tomar banho, cortar o cabelo, fazer unha, caminhar, ver o céu, ver as nuvens, ... contemplar a beleza que há nos espaços, ... fazer a nossa comidinha, de regar nossas plantinhas, ... arrumar a casa, ... gostar do  dia a dia rotineiro e preenchido de nossa energia que pode ser como a gente colocar.
Delícia de vida que se pode ter. Compromissos prazerosos, responsabilidade preenchida de prazer só de saber que foi tudo escolha que fizemos... Uhummm!!!
Ler, escrever, desfrutar das mentes inquietas, dos olhares alheios, ... dos carros, das vias, dos condutores, da energia que se alcança em observações lotadas de vazio de não conhecer...
Prazer em nos identificarmos. Em saber que somos essa conexão fabulosa, maravilhosa, com tudo que conseguimos alcançar... daquilo que descordamos, do que consideramos ser prejudicial, nocivo mas que é parte do equilíbrio que há e que se faz presente sempre e o tempo todo...
Para todos os nossos sentimentos e emoções e que acontecem o seu oposto em julgamento.
Prazer em nossos direitos, em nossos deveres, ... em nossa caminhada e jornada desde que estamos por aqui...
PRAZER de libertarmo-nos dos pesados fardos que levamos anos, décadas de nossas vidas carregando desnecessariamente!!! ... Prazer em lembranças e memórias, da presença de tudo que nos concede ser tudo que precisamos e queremos ser...
PRAZER em nossa própria companhia, em nos acompanharmos de quem quizermos lembrar... de morar só e ter a casa cheia de coisas e pessoas que se ama...
PRAZER em nada preterir sem ser acumuladora(o) ...
Prazer em nosso caminho percorrido, ... E é grande e linda a lista de coisas que podemos fazer e que nos dão PRAZER!!! ...
Acordar e escolher a música que está nos dando prazer, de dançar, de cantar, de reverberar todo o nosso enorme PRAZER ...
PRAZER é saber que podemos viver com isso e aquilo e também com aquilo outro. Que a diversidade da VIDA é tanta que não podemos viver preterindo de qualquer coisa, podemos ser e somos o que quisermos em situações que se modificam e que nos transformamos o tempo todo ...


Fiquem bem
cuidem-se bem!!!

Livia Leão






segunda-feira, 11 de setembro de 2017

ESTADO DE BUDA!!! ...

Para mim a iluminação é ser capaz de transformar tudo que está na nossa vida em aprendizado construtivo e não carregar pesos desnecessários. É perdoar sinceramente não porque haja culpa intencional, mas porque somos mantenedores de lixo, acumulamos sentimentos que nos empobrece, quando não nos apodrece!!! ...  este é o exercício que mais exige de nós uma solidão  e silêncio capaz de zerar nosso aparelho que computa as nossas ações e sentimentos acumulados e com efeitos cumulativos de tempos passados demais...
Esse estado de consciência é muito fácil e simples. Requer que sejamos despojados e não possuidores de coisas e doentes sentimentalmente falando. É um trabalho, um trabalho que requer que estejamos presentes enquanto o cumprimos. Um lavouro que é dia a dia a todo instante com muita atenção em tudo que fazemos, pensamos e dizemos.
Comprometermo-nos com a nossa existência em crescimentos que nos favorecem, que nos patrocinam felicidade e leveza é bom demais. Deixamos tudo onde está. Não carregamos nada nas costas como pesos pesados demais para a nossa estrutura física, mental, emocional e energética.
Todas as nossas conquistas que são internas levam tempo cronológico para serem alcançadas porque somos nascidos para ser mutantes e criamos couraças demais enquanto vamos fazendo de conta que estamos vivendo. Compramos brigas desnecessárias. Apostamos em coisas fadadas ao fracasso porque o sucesso só pode ser uma coisa do sentimento quando estamos no caminho que está nos conduzindo a felicidade substancial e ao peso que podemos suportar.
Por isso a leveza é uma meta que precisa ser conquistada.
E aí vamos passeando pelo caminhos dos outros, pelas escolhas dos outros. Pelos encontros maya (ilusão) que vamos atraindo distraidamente. E sustentamos por décadas em nossas existências como se fossem carmas ruins que precisamos cumprir.
Tudo coisa da nossa mente dodoi e de nossa alma adoecida ... esse é um castigo que podemos saltar. Que devemos sair dele em desobediencia rebelde porque é uma armadilha. Ao longo do tempo vamos ouvindo muita coisa que nada tem de real e de inexorável. Estamos quase sempre esperando que o outro nos anistie das coisas que assumimos sem a menor necessidade. Simples prazer na dor e do sofrimento que nos inpingimos de jogar no lixo as coisas que consideramos  mais significativas que a nossa própria vida!!! ...
Somos nós quem temos de bancar as nossas escolhas, somos nós que abraçamos de forma errada os compromissos solitários e sem fundamento que fantasiamos serem nossos.
Não damos tempo e nem oportunidade de estar só para prestarmos atenção em nós mesmos... quebramos os espelhos e aí saímos pela vida em passeios sem prazer algum como se fosse obrigação estar ali ou acolá sem olhar para o que estamos causando em nós mesmos.
O resgate é difícil depois de nos acostumarmos em dias e dias assim assim. Em nos viciarmos nos espaços enquadrados, entrópicos e enganosos.
A luz incomoda demais aos transeuntes entorpecidos e dopados que estão nas ruas, nas casas, nos espaços de conviver...
Ocupados com o sofrimento e fugindo da dor.
Com medo das mudanças mentais, emocionais, afetivas, ... do prazer do corpo físico. Preferimos  viajar mentalmente e continuar ali, aqui ou acolá com a mochila nas costas até encontrar um lugar melhor para habitar.
Com medo de perder geladeira, fogão e liquidificador ocupamo-nos com estados civis e nem um pouco com os estados de consciência que geram saúde, amor e vida. Prestar atenção no outro dá trabalho demais e então a gente sempre se associa a quem nos despreza e nos isola de seu mundo ainda que morando no mesmoo espaço geográfico.
E aí as Igrejas, Templos, Terreiros, etc, etc, e tal estão lotados de pessoas aprisionadas, infelizes, angustiadas, buscantes equivocados reféns dos espertos humanos que sabem o segredo das suas fraquezas e fragilidades.
Iluminarmo-nos é libertarmo-nos. É sairmos do escuro para o claro. É assumirmos a nossa vida em alegrias importantes e mantenedoras do nosso equilíbrio e harmonia. É amarmos a nós mesmas em construção de um respeito que transcende qualquer falso moralismo. E estar no mundo viva atenta acordada e desperta!!! ... Pessoas livres e empoderadas!!!


Fiquem bem
cuidem-se bem!!!

Livia Leão




CAUSA E EFEITO!!!...


As doenças que manifestamos em nosso corpo físico são condições psiquíquicas, energéticas, emocionais e da alma onde o espirito não interfere respeitando o nosso livre arbítrio. 
Nascem da nossa monobra corrompida de viver em ganhos secundários,... a leitura primordial é que estamos "carente", precisamos de "carinho", necessitamos de "atenção" e mudanças em nosso meio ambiente... e que estamos sem recursos próprios de sobreviver a nós mesmos, com toda nossa carga de maus tratos próprios... assim fazemos quase a nossa vida toda.
Vivemos em ambientes onde somos tratados de qualquer maneira, sem o que precisamos e sem condição de nos doar!!! ... Onde não estamos à vontade!!!
Não somos o que somos, não temos o que precisamos, não podemos doar o que temos...
E o mundo está aí para nos comprovar isso. Temos a epidemia da "depressão" e do "câncer" ... Este é o castigo que a humanidade está se impondo, ... culpas e mais culpas preservadas ancestralmente, atávicamente perpetuadas por nós por todo o nosso caminho percorrido até aqui... muitas "gerações" que traduzem exatamente isso, gerar sempre a mesma coisa, se orgulhar em ser como nossos pais, avós, etc, etc... ad eternum!!! 
Considerar que os tempos não passaram, que a gente precisa reinventar a Vida e as nossas existências em respeito a evolução, em consideração ao crescimento e em necessidade de transformar e transmutar esses valores, esses comportamentos sentimentais obsoletos, ... resumindo dar um ponto final nessa continuidade falso moralista.
Repetir padrões que ficaram perdidos no tempo em saudosismos piegas e sem consistência é o fator gerador dos doentes.
Para a Medicina dos chineses ou do oriente enfim, não existe "doença" existem doentes, ... pessoas em desequilíbrio em seus veículos que causam sintomas e geram anomalias, acidentes, fatalidades produzidas pela nossa mente, ... cérebros mau educados ou não educados.
Falta de amor, orientação espiritual, respeito pela nossa própria vida, pelo nosso caminho que é pessoal ainda que os dna's nos condenem.
Essa pouca informação e essa preguiça de tudo que carragamos geneticamente, carmicamente, como fardo pesado e cheio de culpabilidade tem de estar com os dias contados se quisermos ser parte da nova civilização que está se preparando para ocupar o Planeta.
Essa geração está exterminando-se pelo câncer e pela depressão... em desencantos de não procurar crescer e acompanhar o Tempo.
Volores distorcidos são a causa mais comum das patologias que fabricamos em nossos corpos. Medos alimentados... de ser feliz. Culpas e mais culpas de ser perfeito e de viver uma existência perfeita.
Somos um organismo lindo demais, perfeitos sim!!!... que fazemos de tudo para mutilar, adoecer, criminalisar... para nos sentirmos "semelhantes" ... criando assim os umbrais, os infernos, o submundo de todos os nossos crimes em não saber Viver...
O Planeta Hospital!!! O Planeta dos incapacitados por falta de Amor regido pelos que vampirizam suas existências em poderes concedimos pela falta de coragem... 
A verdade é uma temeridade. Ela assusta o Homem e quem a dita é marginalisado compulsoriamente.
Precisamos de todos os fundos do poço para procurá-la dentro de nós. Para concluir que só dentro de nós a conheceremos. Em um processo que é doloroso porque inclui todos os movimentos que passamos a vida evitando. 
A verdade só pode ser encontrada se formos seres corajosos em fazer faxina, limpeza, higienização em nossas mentes, em nossas afetividades doentias, em nossos trabalhos, em nossa familia, em nossas mais cultivadas e cheias de mimos doenças criadas para nos eliminar.
E ainda se coloca a culpa no carma... sem sequer saber o que ele significa.
É um caminho de evolução adoecer, mas é o mais doloroso e gerador de riqueza material para as industrias químicas e farmacêuticas, para os donos do mundo enfim... e de nossas vidas se assim deixarmos, concedermos, permitirmos...
Assim sendo é urgente cuidarmos de nós mesmos, ... todos nós, cada um de nós. 
Descobrir e é dentro de nós, o nosso espaço de saúde a nossa condição de saudável. O que nos adoece tem de ser eliminado com muita delicadeza e carinho. Com pedidos de perdão sem culpa, ... porque estamos aqui para ser FELIZ, porque somos donos do nosso caminho e precisamos assim nos destinar!!! ...
A felicidade dá medo porque é simples demais. Porque é independente e está medrada dentro de nós como algo que não temos acesso e muito menos direito...
Esses conceitos que habitam nossos cérebros e estão abuletados em nossas vidas precisam ser abortados. 
E nós, humanos, precisamos acordar, despertar para uma vida poderosa, impermanente, transformada, transmutada em todas as dimensões de existir...

Fiquem bem
cuidem-se bem!!!

Livia Leão







TERRA DO NUNCA!!! ...

Terra do nunca é aquele lugar que existe dentro da gente e que alimentamos e construimos com nosso jeitinho e as filosofias de vida que vamos escolhendo.
Espaço interior onde preservamos as nossas inocências, o nosso carinho e respeito pelas coisas simples e pelo mundo interior rico em tudo que se acredita.
Estou em processo de construção e des-construção. Colocando em minha vida diária todas as coisas que sempre quis enquanto estava morando com minha familia.
Do que via e que não queria para minha existência estou me desfazendo carinhosamente. 
Um amor lindo que se manifesta quando a gente tem como em termos de recursos mentais e materiais de viver como se quer e que faz bem!!! ...
Desistente de qualquer coisa que possa embargar meu processo de intimidade comigo mesma.
E em silêncio na direção do que quero. 
Terra do nunca é aquele lugar que todos nós temos muito bem protegido. Onde descansamos confortavelmente e relaxamos para ser o que somos sem cuidados exessivos... mais com muito critério para não deixar que qualquer coisa que nos deprecia sobreviva, onde só vive o que nos é caro, precioso, preciso e cheio de sentimentos felizes... 
Eu cultuo a minha Terra do Nunca, naquela minha porção que evito que cresça, que fique endurecida, ... onde posso abrir meus braços em abraços, em beijos que nunca se acabam, em afetos recíprocos e sem receios... Hummmm!!!
Meus sonhos de tudo que ainda não consegui concretizar e que serão materializados, ... 
Terra do Nunca é sobre tudo que nunca quero perder mesmo sem ter ...

fiquem bem 
cuidem-se bem!!!

Livia Leão


MUITA SAUDADE!!! ...


O que é esse sentimento que fica passeando pela nossa cabeça e no peito como um refúgio que nem sempre é bom. Não esquecer alguém e sentir sua falta durante os dias que se sucedem é uma coisa muito interessante.
E voltamos a ser criança quando sentimos essas coisas que não se consegue definir e que parece infantil... mas não é!!!
É bom e ao mesmo tempo não quando não devemos impulsivamente procurar a pessoa que não está perdida e está alojada em nosso pensamento e sentimento o tempo todo é complicado.
Será que ele também pensa em mim... claro que sim ou que não? ... eis a questão!!!
Em todo caso e em casos particulares a melhor coisa a fazer é não fazer e apenas sentir a saudade, desfrutar dela ... porque a saudade é um sintoma de quem ainda está com interesse de retomar qualquer coisa com a pessoa que pode ser um namorado, um amante ou as relações que são de casal, que precisam ser à dois querendo e quereres. E um sintoma de que não somos doentes psiquicamente.,.
Quando se trata de amizade de duas pessoas essa saudade pode ser sanada sem sensação de invação porque a amizade tem um espaço que é peculiar.
Todas as relações têm seus códigos e os códigos de relacionamentos de casal, de  mulher com homem são crueis, porque quando um não quer não adianta ficar batendo na porta pra entrar... o que não quer desliga, fica sem comunicação, silencia de maneira terrível para quem ainda está sintonizada(o)...
E é isto. Falar sobre a saudade que alguém deixa na gente, causa uma sensação bem chatinha, ... só que quando a gente se desliga fica bom. Esperar o tempo que a gente precisa para que toda esse movimento passe, que essa falta, que esse espaço fique ali sem nada, vazio, mas em estado latente.
E eis que de repente qualquer coisa que se busque não para substituir, mas pra sublimar ocupa o tempo mental, preenche os pensamentos e interesses e vai ficando calma a saudade. Vai sendo transferida para outra ocupação e satisfaz porque somos pessoas acima de tudo e cheias de recursos saudáveis de continuar ...
As lamentações é que se fazem chatas, as lamurias de vida infeliz, ... o que não torna nada positivo.
Mas viver a saudade que é da gente é saudável é preciso. Porque inventar desculpas são armadilhas que nos paralizam e que nos fazem levar para outras situações essa sensação de rejeição e de ter sido preterida(o).
Otimizar as nossas relações e as nossas sensações de perdas que são ilusórias em reflexões e tomadas de decisões de posicionarmo-nos é bem mais inteligente e maduro. Mesmo se sabendo que essas são as questões de nossa existência que não passam por maturidade e inteligência, elas são da nossa natureza, da nossa infantil fatia de personalidade e temperamento. Que tem seu encantamento, que pode ser exatamente essa característica que nos torna cheia de charme e diferente. Porque de pessoas duras e sem sentimentos nobres o Planeta está cheio. De vez em quando ser descabida é bom, ser meio maluquinha e romântica idem!!! ...
Eu estou com saudade. Eu estou cheia de falta... da falta que o meu amor me faz. O meu objeto amado. Objeto no sentido poético. Na licença que a poesia me concede.
O homem que amo, que aprendi a amar. Que quero continuar amando...
Saudade é aquilo que  manifesta no corpo da gente que substitue a alegria pela taquicardia...
Bom isso!!!???

Fiquem bem
cuidem-se bem!!!

Livia Leão









ORAR, ORAÇÃO, ORAÇÕES!!! ...

Todas as formas de oração são perfeitos apelos em nos alinharmos com o que queremos, com o que se sente, com o que buscamos dentro de nós...