sexta-feira, 30 de outubro de 2009

DIÁRIO DE BORDO - Para o bonde que eu quero descer...




De repente me pego mais desencantada do que o normal.
 Vejo pessoas inteligentes e presentes em um espaço social e de penetração falando de coisas que me entristecem e me fazem sentir e pensar a VIDA como algo que não vale a pena.
 Com a nítida sensação de que estamos totalmente desamparados, abandonados !!!
As meninas que fazem o programa "SAIA JUSTA", maravilhosas mulheres pensantes, falantes, manifestantes de todos os assuntos, abordaram um assunto que é uma feia realidade e um beco que parece sem saída.
A abertura do programa desta semana foi linda, emocionante, consciente, cheia de verdades que nos envergonham.
Linda por que?
Porque fala de algo profundo que está manifestado no mundo de maneira enexorável!!!
O ABANDONO!!!
E todos os abandonos começam desde a hora em que nascemos... temos que ser cedo demais, donos de nosso destino.
Temos que nos destinar a nos conhecer, a amadurecer precosemente.
Cuidar de nós mesmos de maneira instintiva, usar todo nosso arsenal de conhecimento armasenado em nossa consciência e memória ancestral.
Claro que tudo tem seu lado positivo e um porque.
 Faz parte daquele desejo e programação feita antes de chegar por aqui.
Por objetivarmos crescer e evoluir, estamos sempre experienciando coisas que nos fazem alcançar o que queremos em um nível que pode ser e é na maioria das vêzes "inconsciente".
Podemos escolher a reflexão, podemos escolher o poder inexorável de um deus que toma conta de tudo e por ser muita coisa, algumas muitas ficam assim, causando a sensação de que estão abandonadas por todos os "pais"; podemos nos alienar de tudo e de todos, podemos fugir, podemos abraçar todas as causas e coisas, podemos enfim, nos comportar como nos convier. Acreditando no que melhor nos fizer sentir em relação a qualquer assunto, manifestação e movimento da vida...
Dos seres humanos, dos animais, da natureza das plantas, das montanhas, dos mais diversos aspectos da VIDA manifesta.
O desafio de estar "encarnada" ou seja de ter carnes para administrar, as vêzes me deixa confusa, perdida...
 Desde criança que penso e penso e penso e nunca chego a nenhum lugar porque é redondo.
Concluir os questionamentos do berço ao caixão acredito ser o nosso maior desafio enquanto seres identificados com CPFs e RGs e muita coisa para cuidar, na maioria das vêzes "carregar".
Como um fardo.
Eu sou feliz por vocação, mas não tenho uma boa impressão do mundo manifesto.
Fico sim, muito estranha quando começo a pensar... e o meu pensamento holístico me deixa assim... difícil de ser leve.
E eu quero.
Ah! Se quero...
 Poder transitar pelo mundo sem sentir as coisas que sinto.
Viva a dialética...
A impermanência...
O movimento!!!
Que tudo vai transformando
tirando do lugar e
mudando...
os aspectos, as formas, o sentido!!!
A expansão e o recolhimento.
O nascimento e o "morrimento"...

de tudo que conseguimos alcançar!!!



Livia Leão

terça-feira, 27 de outubro de 2009

DIÁRIO DE BORDO - Poetisando... ainda que impossível!!!



RESPOSTA/PROPOSTA!!!

Quero dar
para você...
o mais lindo sentimento
e todo envolvimento.
Quero dar
para você...
certezas que só o amor
é capaz!!!
Quero dar
para você pode parecer
loucura,
ilusão,
transferência,
e é!!!
É tudo que se pode
imaginar de bom
de grande,
profundo,
para experimentar.
Quero dar
para você...
tudo que ainda não pude
pelas incompatibilidades
e imaturidades.
Quero dar
para você...
o meu sexo,
tesão
e toda emoção
de corpos,
mentes
e espíritos.
Com calma,
alma,
aprender como quem
tem a eternidade
e a urgência
de quem dispõe
de um ínfimo momento.
Quero dar
para você...
e ser
para você
aquele porto
mais seguro.
Garantia de muito cuidado,
compreensão do encontro
em um ponto
onde nos comprometemos
no passado
e estaremos sempre
 em dimensões presentes
e tempos futuros!!!
Quero dar
para você
e ter de você
todo gozo
e festa
dos amantes...
dos mais felizes amantes
que o céu abriga,
que a natureza aprova,
que os deuses protegem
por sermos assim,
seres merecedores
de um grande
AMOR!!!

Livia Leão










segunda-feira, 26 de outubro de 2009

DIÁRIO DE BORDO - Pensando sobre todas as coisas




Adoraria poder dizer que penso como a maioria mas não dá.
 Não dá mesmo e ainda que considere do fundo do meu ser que não há injustiça na natureza, que as coisas estão onde têm de estar, penso demais da conta sobre tudo que assisto quando saio às ruas.
Inquieto-me!!!
Fico incomodada... sim,
e muito!!!
Quando pensamos em EDUCAÇÃO e fazemos lindos discursos sobre o que falta no nosso planeta, sempre esquecemos de pensar em nós mulheres como escolhedoras... ser mãe, procriar é um compromisso seríssimo, porque tudo que assistimos de bom e de ruim em meio a todas as coisas no planeta tem a digital de uma mulher, quando decide ter um filho.
O des-compromisso faz com que des-consideremos a necessidade urgentíssima de pensar a vida de maneira holística, de assumir a responsabilidade de formar cidadãos, de reconhecer a nossa incapacidade de fazê-lo.
Ter um filho porque alguém quer ter um filho para perpetuar a espécie ou para provar a sua masculinidade é a maior furada!!!
O mundo está povoado de encontros hormonais, o mundo está povoado de pessoas perdidas, adormecidas, narcotisadas, desencontradas...
todos feito cegos em tiroteio!!!
Rogando por SOCORRO!!!
Porque não entendem o que significa estar vivo em um planeta, em um momento, em uma circunstância. Porque não podem alcançar por falta de formação, de exemplo, de educação, de compromisso o que é estar VIVO, manifestado.
O ser humano é lançado ao mundo sem nenhum preparo, sem nenhum respaldo e porque não dizer
SEM AMOR!!!
Não são feitos com amor, por amor e não podem alcançar esse sentimento tão simples e tão complexo... e ficam (ficamos), do berço ao caixão nesse sofrimento.
O sofrimento é gerado por essa incompreensão, por essa angustia que é não "sacar" de maneira objetiva e prática qual a razão de estarmos  por aqui... assistindo e experienciando tantas coisas que nos parecem antagônicas, dicotômicas, dialéticas demais para o pobre entendimento.
Para a pouca erudição.
Dizemos ou melhor nos dizem desde que nascemos que não cai uma folha sem que um deus queira e a todo instante esse deus dito pai, justo, maravilhoso, que cuida de seus filhos, permite tanta desigualdade e tanta miséria ... e aí o Homem inventou uma série, aliás milhares de des-culpas para tanta coisa sem explicação inteligente e convincente.
E nos perdemos em muita informação e verdades que ficamos esquisofrenizados.
O planeta está cheio de pessoas mortas e vivas que foram pensando a vida e foram deixando seus conceitos, reflexões, angustias, escritos em papeis, em discursos, teses de mestrado, doutorado... caminhões de letras e pensamentos válidos e invalidos porque não são apenas sem aplicabilidade, ficam obsoletos a medida que surgem a todo segundo necessidades e "realidades diferentes".
A mulher quando concebe um filho, quando concede um filho o direito a estar aqui manifestado em um planeta que é lindo sim, maravilhoso sim, perfeito sim, precisa ter a consciência de seu papel de MÃE... caramba!!!
Estou cansada de ver mulheres enterrando seus filhos e filhas prematuramente porque não se OCUPAM deles... porque abortam para o mundo!!!
Estou cansada de perceber que mulheres esperam do estado, da vontade política, de homens criados e quase nunca educados, uma atitude que é de cada uma mais do que de qualquer instituição ou entidade.
Mulheres que não pensam quando vão fazer filho, que procriam sem pensar na genética, no DNA, na condição financeira, no seu pouco preparo, na sua pouca disponibilidade, etc. etc. etc...
com homens que se negam a sair das fraldas.
E não estou aqui falando de dinheiro, de condição financeira.
Estou dizendo de "condição", todas elas!!!
LUCIDEZ E CONSCIÊNCIA...
Que por não terem tido o "necessário, somente o necessário", não fazem idéia do que é assumir um filho em uma certidão de nascimento...
muito menos em fazer parte da sua formação, do seu crescimento, de "contribuir" não apenas com dinheiro para o seu caminho e processo de evolução e crescimento.
Se há um deus que cria, precisa que hajam pais de carne e osso que os eduque, que os conduza a uma existência com consciência.
E aí que me desculpem os pedagogos, os estudiosos teóricos, as pessoas que se ocupam em criar leis, normas e regras... que está chegando o momento em que para que haja sustentabilidade pensemos e sejamos cada um de nós, em nosso universo particular, comprometido em pensar praticamente.
Um lindo filósofo brasileiro chamado Huberto Rodhen que disse lindamente "A INSTRUÇÃO É DA INTELIGÊNCIA, A EDUCAÇÃO É DA CONSCIÊNCIA...A INSTRUÇÃO FAZ O HOMEM ERUDITO, A EDUCAÇÃO FAZ O HOMEM BOM"
Pensemos sobre isso enquanto atravessamos a duração da eternidade.
Esse desabafo é cheio de tristeza e EMOCIONALIDADE; não tem intensão de criar polêmicas.
 Ele é nascido exatamente das minhas inquietações de mulher que está no mundo, assistindo pela televisão, vendo em minha familia, experienciando em minha própria existência o resultado, os efeitos das causas sem a necessária reflexão.
Muitas lágrimas de mulheres, mães, filhas, irmãs... serão necessárias!!!
Não podemos considerar a vida uma banalidade... não podemos levar a vida levianamente.
A natureza e nós somos ela, não privilegia o Homem.
Mas o Universo com sua lei maravilhosa conspira a favor daqueles que sabem pensar, então!!!
Queridas mulheres férteis, cheias de hormônios e de tempo para gerar vidas... DESPERTAR...CONSCIÊNCIA!!!
Despertar todos os dias, acordadas e conscientes quem sabe qualificamos todas as existências manifestadas.
Sejamos menos bicho, animal... usemos o nosso poder de cognição.
Pensemos a vida de maneira menos fútil.
Façamos a VIDA DAR CERTO!!!
Por todas essas reflexões está principalmente a responsabilidade que temos com a nossa existência e o compromisso que assumimos quando decidimos não apenas fazer filhos, mas tê-los como resultado de um investimento que é de dinheiro, mas principalmente de AMOR.
PARA QUE NENHUMA MULHER PRECISE CHORAR...
DE TRISTEZA...Claro!!!
Até a próxima parada...

Livia Leão







sexta-feira, 23 de outubro de 2009

DIÁRIO DE BORDO - Poetisando o SENNA!!!

SENNA!!!

Sai de cena
um Ayrton
que poderia ser
um qualquer da Silva.
Sai de cena
com a morte
e com sorte
de ser quem é.
Sai de cena
a alegria
a euforia
da maioria
dos que ficam
a chorar.
Sai de cena
sem dor
e sem tempo...
que envelhecedor
não perdoa
e faz seguir
à toa
até não mais aguentar.
Saiu de cena assim!!!
De forma tão ruim
para quem fica
a lamentar.
Sai Ayrton do corpo
que morto
não pode mais pilotar.
Ayrton da Silva
que em cena
só fez emocionar.
Saiu de fato
saiu no ato,
de interpretar.
E agora?
Como e quando irá voltar?
Não o reconheceremos...
não o poderemos
idolatrar!!!

Livia Leão

DIÁRIO DE BORDO - Brincando de poetisar...

RECOMEÇAR


Todas as falas...
e quem sabe as vêzes
em que se cala
não conseguem traduzir
o sentimento
e o momento
que se viveu.
Que é só nosso...
Ninguém consegue roubar!!!
Não há espaço,
tempo...
 Tudo parece
começar.
Ao ouvir...
conversar.
Ah! Que delícia!
Que maravilha!
É como se tudo pudesse,
se nada tivesse
para atrapalhar.
O sentimento
é meu.
A solidão...
é minha
para acreditar.
E crer
que o amor pode tudo...
até mesmo
RECOMEÇAR!!!

Livia Leão



sexta-feira, 16 de outubro de 2009

DIÁRIO DE BORDO - Compartilhando uma forma de oração e de viver...

DESIDERATA
Do Latim DESIDERATU: Aquilo que se deseja, aspiração



Vá placidamente por entre o barulho e a pressa e lembre-se da paz que pode haver no silêncio.
Tanto quanto possível, sem capitular, esteja de bem com todas as pessoas.
Fale a sua verdade, calma e claramente; e escute os outros, mesmo os estúpidos e ignorantes; também eles têm a sua história.
Evite pessoas barulhentas e agressivas.
Elas são tormento para o espírito.
Se você se comparar a outros, pode tornar-se vaidoso e amargo; porque sempre haverá pessoas superiores e inferiores a você.
Desfrute suas conquistas assim como seus planos.
Mantenha-se interessado em sua própria carreira, mesmo que humilde; é o que realmente se possui na sorte incerta dos tempos.
Excercite a cautela nos negócios; porque o mundo é cheio de artifícios.
Mas não deixe que isso o torne cego à virtude que existe; muitas pessoas lutam por altos ideiais; e por toda parte a vida é cheia de heroísmo.
Seja você mesmo.
Principalmente não finja afeição, nem seja cínico sobre o amor; porque em face de toda aridez e desencantamento ele é perene
como a grama.
Aceite gentilmente o conselho dos anos, renunciando com benevolência às coisas da juventude.
Cultive a força do espírito para proteger-se num infortúnio inesperado.
Mas  não se desgaste com temores imaginários. Muitos medos nascem da fadiga e da solidão.
Acima de uma benéfica disciplina, seja bondoso consigo mesmo.
Você é filho do Universo, não menos que as árvores e as estrelas. Você tem o direito de estar aqui.
E, quer seja claro ou não para você, sem dúvida o Universo se desenrola como deveria.
Portanto, esteja em paz com Deus, qualquer que seja sua forma de concebê-lo, e, sejam quais forem sua lida e suas aspirações na barulhenta confusão da vida, mantenha-se em paz com sua alma.
Com todos os enganos, penas e sonhos desfeitos, este é ainda um mundo maravilhoso.
ESTEJA ATENTO!!!





Encontrado na velha igreja de Saint Paul Baltimore, datado de 1692

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

DIÁRIO DE BORDO - Acordar pensando e ouvindo Paulinho Moska

Acordar ouvindo Paulinho Moska significa um dia de reflexão e de compreensão de muita coisa.
 Ele é um músico e poeta emocionante. ADORO!!!

"...AMOR É QUANDO VEMOS O OLHAR DO OUTRO..."


"... EU FIQUEI SOZINHO ATÉ PENSAR QUE ESTAR SOZINHO É TER ALGUÉM..."


"... DE DIA LÁGRIMAS DE NOITE AMANTES..."


"...HOJE MEU AMOR PARTIU E NADA VAI MUDAR ISSO..."

"... É TUDO NOVO DE NOVO..."

Ele é de uma felicidade quando faz canções!!!
Homens com conteúdo são aquilo que há de melhor no Universo.
Pessoas com sensibilidade para nos fazer pensar e ao mesmo tempo acreditar que vale a pena estar por aqui.
Ele fala de sentimentos, sensações e experimentos que normalmente não prestamos atenção.
E quando ouvimos a música dele, acordamos... e passamos a "atentar" para os nossos sentimentos e como os vivemos.
Escutemos mais Paulinho Moska... prestemos mais atenção nele e vamos concluir de maneira muito bonitinha que os homens têm uma forma de se relacionar maravilhosa.
Acho que o mais complicado dessas "coisas" de relacionamentos é a sincronicidade.
É!!!
Duas pessoas estarem no mesmo movimento é que é difícil.
Mas vale a pena quando se ouve as músicas do Paulinho Moska.
Gosto de pessoas que nos fazem pensar a vida de maneira positiva e elegante.
Gosto de ouvir música com conteúdo... e também da voz que cabe em tudo que ele canta.
Obrigada pela sua arte!!!



Por existir...
Asta!!!




DIÁRIO DE BORDO - Sobre o filme- DIVÃ



Nossa!!! Que felicidade... ADOREI!!!
Um filme brasileiro que levemente, inocentemente diz muito das mulheres.
 Do pensamento, do funcionamento, das mudanças hormonais, de todas as nossas mais engraçadas transições.
A felicidade foi geral, a direção, a trilha sonora, a fotografia, o elenco... as locações, enfim... tudo.
No meu conceito de pessoa que assiste apenas, que não tem o conhecimento profundo, mas que valoriza e observa os detalhes que nos importam visualmente e que nos move e motiva para assistir a um filme.
 Fiquei emocionada e pensando sobre todos os assuntos abordados de maneira interessante.
Ri muito, o que pra mim é fundamental...
Adoro rir de coisas do dia a dia e pensar as coisas com um olhar que pode ser modificado pelo enfoque do outro.
Recomendo o filme DIVÃ para quem quer pensar e rir.
Recomendo o DIVÃ para quem tem um bom senso de humor e se diverte com as coisas da vida.
Obrigada a Martha Medeiros, ao roteirista, aos atores, ao diretor maravilhoso, enfim, parabens pelo lindo trabalho.
Asta!!!

Livia Leão

Livia Leão

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

DIÁRIO DE BORDO - MEIO FICÇÃO MEIO REALIDADE!!!

Adoraria de certa forma, encontrar um homem!
De preferência... com todas as qualidades que atribuo a eles quando fantasio, quando penso encontrar aquele homem especial!!!
Já vivi uns lindos relacionamentos... e posso dizer que havia uma firme intenção de constuir uma história de amor pelo menos da minha parte.
Os homens sempre esperam que a mulher lhes garanta um lugar parecido com a eternidade, bem como uma segurança baseada no principio do "papel higiênico".Ahahahahahahah!!!
Esclarecendo ( que nunca se parte nos pontinhos), acho que também tem a ver com "nunca dá certo".
Porque somos hormonais demais, porque a nossa natureza é mutante. Também porque qualquer coisa que seja para sempre é muito complicado e foge a verdade.
Os homens são seres maravilhosos!
São seres equilibrados humoralmente, hormonalmente...
Foram favorecidos pela natureza em se falando de constância e coerência.
Eu pelo menos, sou teimosa demais e também falo para caramba coisas que não sou capaz de sustentar.
Faço ameaças, discursos... depois tenho que rir de mim!!!
Rir de mim  por que?
Porque considero a mudança de humor repentina algo que angustia.
Para conviver com essas mudanças é preciso que se goste muito da pessoa.
Do contrário, "é a treva"...
E ainda tem aquela pessoa que consegue de maneira elegante tirar de você apenas o que você tem de bom. Mas também tem aquela... que só tira o que há de pior!!!
E o sofrimento se instala.
Na minha familia algumas pessoas me consideram engraçada... mas tenho me olhado de maneira diferente. Sou séria demais.
Meu senso de humor, depois do climatério então, está totalmente diferente.
De vez em quando faço graça do meu momento, de vez em quando acho engraçado todas as mudanças que estão acontecendo em meu corpo, em minha mente, por conta da falência hormonal.
E nada é mais solitário que esse momento.
E é solitário porque dizem algumas mulheres que não se deve falar sobre o que acontece com a gente neste momento existencial.
Mas é difícil não falar e é desumano, porque sinto necessidade de dizer o que sinto e como me sinto tanto mental quanto fisicamente.
Não quero qualificar, porque não é nem melhor e nem pior.
 É diferente! Totalmente diferente...
E como todos os momentos... precisamos estar atentas.
Muito atenta!!!
Ah! Porque não dizer... ALERTA!!!
E esse alerta passeia por todos os momentos e segmentos.
Cuidar da nossa carência, seja ela qual for é necessário porque é nesse momento que escorregamos em todas as cascas de banana... uma loucura!!!
Julgamos qualquer coisa que apareça como sendo algo maravilhoso porque estamos tão falidas de hormonios que quase perdemos a noção de tudo que pode significar dignidade, elegância e até mesmo ética.
Há pessoas que ficam deprimidas e há pessoas que ficam "jurando" que são eternamente "jovens" e isso é a mais decepcionante das escolhas.
Porque está na cara, aliás em todo corpo, que não somos e não estamos jovens. E aquele negócio de usar o argumento de que tenho o "espírito" jovem... também é péssimo, porque esse mesmo é que não é jovem, já que é eterno. Ahahahahahahahah!!!
Se temos um comportamento infantil também não pega bem, porque não combina com aquele deus que é democrático "deus cronos".
Então... só nos resta encarar a realidade maravilhosa não de ser como todo mundo.
 Mas de buscar dentro de nós a melhor saída para os nossos humores para evitar os rumores.
Temos muitas estratégias para driblar os outros e nenhuma para driblar a nós mesmos.
Até porque não dá.
 Não dá para esquecer quanto tempo estamos por aqui.
 Não dá para fazer de conta que não temos uma certidão de nascimento, uma carteira de identidade, que contribuimos a mais de trinta e cinco anos para Previdência Social, etc. etc. etc...
A gente tem muita disposição para fazer muitas coisas, claro!!!
Mas jamais como quando tínhamos dezoito anos...
Podemos ser bonitas neste momento, mas nunca como quando tínhamos dezoito anos.
Aliás podemos ser até mais bonitas do que quando tínhamos dezoito anos.
 Porque existe o intelecto que foi alimentado ao longo do tempo.
As experiências adquiridas.
A mais linda de todas as conquistas do ser humano, que é maturidade.
Enfim, zilhões de coisas que fazem com que a gente fique bem, muito bem obrigada... mas nunca como quando tínhamos dezoito anos.
Beleza diferente...
beleza, claro!!!
Coragem para falar,
coragem para declarar... em alto e bom tom
qualquer coisa que nos favoreça ou que nos incomode.
Sem dar importância às críticas ou falatórios.
Nossa! Os ganhos não são só de "anos"... na contagem do tempo ganhamos trocentas coisas que nos facilitam como pessoas, humanos e fêmeas.
Ficamos muito mais seguras mesmo sem doses enormes de adrenalina, endorfina, etc... e todos os hormonios que envolvem a coragem, o medo que não paralisa.
Deixamos de sangrar todo mês, isso significa que ficamos menos perigosas!!!
Sentimos tristezas e ficamos sensíveis por demais da conta, mas cresce dentro de nós uma força superior que faz com que transformemos e revolucionemos todos os nossos mais profundos medos da VIDA.
Acho que a natureza faz tudo certo mesmo.
Considero de verdade, que quando conseguimos viver meio século com alguma dose de consciência, com compreensão daquilo que fizemos, do trabalho que tivemos para elaborar a pessoa que nos tornamos é bom demais!!!
Acho que nos "destinamos" cada dia a cumprir o caminho do crescimento e da evolução.
Tenho certeza que cada um de nós, homem ou mulher, quer cumprir seu tempo e concluir que valeu a pena. Que provocamos encontros maravilhosos, que buscamos o outro para crescer; que aqueles que acreditam e vão seguindo as leis da natureza do "crescei e multiplicai" precisam se reconhecer eternos através da perpetuação da espécie, que é bacana, claro!!!
Que o Planeta Terra está super povoado de encontros hormonais... que despertar é preciso!!! Que navegar é preciso também... e como sempre, fugi do assunto principal.
Mas não tem problema... depois eu conto o resto!!!
Sobre encontrar um homem...
ou melhor sobre encontrar alguns homens!!!
É sempre bom...
hormonio masculino é o que há de melhor para se trocar.

AHAHAHAHAHAHAH!!!
Adoro a mente do homem e seu caminho objetivo.
Eles não complicam nada... e com isso, de repente nós "complicadinhas da Grow" não sabemos lidar.
E a paciência que eles têm!!!
Nossa!!! MARAVILHA...
Quando somos amadas por um deles, nos tornamos princesas e nem percebemos!!!
É!!! Princesas de verdade.
Conclui muito engraçadamente que eles viram sapo porque nós nos tornamos uma "perereca"... apenas...
será?
O problema na verdade reside, como diz um sábio homem chamado Domingos de Oliveira, é "escolher uma mulher para casar não é difícil o problema é abrir mão das outras". Isso porque existem zilhões de mulheres maravilhosas...
(Bacana, não!?)
Mas como tudo é dialético podemos pensar que para nós não é complicado abrir mão dos outros porque nao se encontra homens do tipo que estou falando em qualquer lugar.
Essa afirmação é profunda e eles com certeza sabem o que dizem de si mesmos.
Com certeza o bom na natureza é que há gosto para tudo.
Asta la vista... Baby!!!







sexta-feira, 2 de outubro de 2009

DIÁRIO DE BORDO - Acorando sem dor


Acordar!!!
Para mim acordar sem dor esses últimos dias tem sido maravilhoso!!!
 Sentir o meu corpo confortável, disposição para trabalhar e principalmente coragem para compartilhar o meu momento é de um significado que não tem como descrever.
A doença e a dor são sinalizadoras e me levaram a um crescimento contundente.
Tem com certeza um valor difícil de compreender, mas há sem dúvida um sabor que não pode ser qualificado.
A minha existência hoje tem um significado diferente e também um sentido que ultrapassa qualquer coisa sem importância.
A impermanência e a certeza de que tudo passa me fazem continuar e também criar um outro modelo de condução dos acontecimentos que objetivo para mim.
Os medos tomaram outro rumo!!!
E a paralização que de certa forma quase impus ao meu corpo por causa dos medos experienciados desde a infância "quase" me fizeram assumir uma deficiência que não mereço e que não combina com o meu figurino. Ahahahahah!!!
Ao longo do tempo em que o meu corpo doia fui acordando... despertando.
 E fui aprendendo a me amar, a buscar informações e alternativas que podiam me patrocinar um corpo sem dor.
Um corpo sem dor é o sonho de consumo de zilhões de pessoas com certeza.
E para conseguir isso precisamos abrir mão de muita coisa.
Descobrindo que tudo o que há fora de nós é ilusão e não temos necessidade de consumir ou melhor, ser avassalada por tudo que há para ser consumido.
As emoções, a alimentação, o pensamento, a busca incansável pela harmonia e a consciência de que estamos conduzindo nossas existências de maneira doentia nos leva a mudanças e transformações que nos devolve a saúde e o bem estar.
Organizar nosso laboratório fisico-químico é essencial.
Entrar em contato com a dor e identificá-la, responsabilizando-nos faz o corpo responder muito mais rápido.
Saber que tudo que nos acomete, que tudo que está ao nosso redor foi de maneira consciente ou não aceito, acolhido por nós mesmos.
E aí é assunto para muitas páginas, porque começa em um tempo que não sabemos mensurar ...
precisamos acordar apenas não, DESPERTAR!!!
E despertar é para quem tem coragem, muita coragem.
Porque existir no piloto automático é moleza.
Afirmar com todas as letras e sentimentos que são necessários que somos felizes, que estamos em paz, que iniciamos um caminho de compreensão da VIDA e do que é estar por aqui em um corpo biológico é para quem tem muita coragem!!!
E tudo isso só vem depois de "décadas", no meu caso "cinco"!!!
Neste movimento que não para, do berço ao caixão, onde nos identificamos com um nome e um RG, temos que encontrar dentro de nós e em nosso DNA e tudo o mais que pode nos conduzir a nossa individuação e nos separarmos de qualquer coisa desagradável que possa ter nos paralisado em um tempo que lógico... é cronológico.
Diante da eternidade qualquer cinquenta anos é "nada".
Qualquer dor é "nada"... se soubermos fazer a leitura correta.
Celebrar a VIDA, celebrar apenas tudo que há e deixar onde está...
Sem carregar o mundo nas costas fica muito mais leve!!!
Agradecendo os sentidos perfeitos, que nos conectam com o mundo das formas e das coisas...
De vez em quando pensando na infinitude do Cosmos, reconhecendo em nós tudo que há no Universo, despertamos para o que há de melhor.
Valorizamos a VIDA que escolhemos e o tempo que decidimos transitar por aqui.
O meu pensamento de amor e o meu sentimento de amor por mim me alegram e dão vontade de compartilhar...
Obrigada a todas as pessoas que escrevem, que pensam e que colocam em prática qualquer movimento que faz acordar!!!
Para que nós, mortais comum, possamos 
ACORDAR SEM DOR!!!
Depois eu conto o resto...


Livia Leão





quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Sobre "MULHER 360°"

Tem um lindo programa em um dos canais de televisão fechado que se chama "MULHER 360°"...
fala de mulheres que fazem.
 Mulheres que realmente transformam e conduzem o mundo que habitam.
Lindas pessoas ocupadas com o social, com o bem estar, com a qualidade de vida.
Mulheres que são multifacetadas, realizadoras.
  Vendo seus desempenhos no mundo ficamos com muito orgulho de ser mulher.
Sim, porque elas são mães, esposas, profissionais, leves, conscientes, que não perdem tempo e que fazem a gente pensar que tudo é fácil de concretizar...
e eu sei que é.
Basta querer de verdade.
Basta que nos espelhemos nestas pessoas que não ficam assistindo a vida passar simplesmente.
Elas vêm o mundo com um olhar feminino, uterino, criador, que protege, que cuida, que dá chão.
Quero dizer que quem pensou esse programa, quem o realizou merece todo nosso respeito e admiração. Precisamos de muito mais matérias que falem de feitos maravilhosos diários, de pessoa ocupadas em construir um mundo melhor,
Precisamos nos movimentar para que entre em nossas casas informações construtivas, informações positivas, de esperança apenas não, de concretização.
São mulheres que estão muito bem acompanhadas de seus maridos parceiros e companheiros, que as apoiam, que as admiram e as incentivam!!!
Isso então, me deixa mais emocionada ainda, porque existe uma corrente grande de pessoas que pensam que esse relacionamento está obsoleto ou que ele não é possível.
 Mas essas mulheres humanas, foram premiadas com lindos homens humanos, que falam a mesma lingua que acreditam enfim, na mais maravilhosa das relações que é a de duas pessoas de sexo diferente e complementar!!!
Vale a pena assistir,
 vale a pena conferir,
vale a pena acreditar...
Eu sou muito fraquinha, fico aqui assistindo-as e as admirando e respeitando!!!
Faço parte da plateia... pelo menos por enquanto!!!
Não sei se ainda terei coragem para realizar grandes feitos.
De ainda poder fazer coisas que ajudem a zilhões de pessoas...
mas tenho certeza que posso ser uma excelente espectadora, que respeita e alcança os feitos daquelas que arregaçam as mangas e fazem!!!
São pessoas que trabalham...
 estilistas, escritoras, médicas, artistas plásticas, jornalistas, etc. etc. etc...
 cada qual no seu oficio, atingindo de maneira linda a sociedade carente e outras zilhões de mulheres que são cheias de honra em conduzir suas existências.
PARABENS!!!
MULHER 360°
As que foram filmadas pelo programa e as que são anônimas...
 com certeza existem muitas.
Asta !!!

Pensando a viagem maravilhosa que é a VIDA.

Nem sempre conseguimos pensar a VIDA como ela é.
 Nos atemos injustamente a acontecimentos diários de importância ínfima.
Acumulamos residuos de dias e dias de nossa existência tratando-os como sendo importante, quando na verdade e na realidade não são.
O nosso lindo cérebro fica dando conta de tantas coisas desnecessárias que chegamos a pensar que fazem parte sim, da nossa VIDA.
A VIDA é maior que qualquer coisa que se possa imaginar!!!
E nós, como seres pensantes, cognitivos, somos lindos seres privilegiados, premiados pela natureza. Criadores!!!
Somos lindos criadores da realidade que acreditamos e se acreditamos!!! Melhor ainda...
Porque com o que pensamos criamos tudo ao nosso redor.
E quando descobrimos isso ficamos muito decepcionados com a nossa "realidade".
E aí!!!?
Se crio tudo ao meu redor... como posso reclamar de tudo ao meu redor?
Como posso estar onde estou?
Como posso conviver com quem convivo?
Que ordem é essa?
Enfim, pensar a VIDA pelo prisma da criação e não apenas dos acontecimentos inexoráveis pode ser transformador, pode ser algo que nos entristece pelo fato de não conseguirmos modificar aquilo que queremos ou que "pensamos" que queremos...
e por aí vai o nosso comodismo antagônico.
Toda dialética que possamos imaginar não faz da gente seres acomodados em nossos corpos, em nossas escolhas, em nossos questionamentos.
Encontrar alento em nossas dúvidas e em nossos pensamentos antagônicos.
Nos reconhecermos diante de todas as coisas que encontramos dentro de nós e que projetamos no mundo é pelo menos para mim, razão de infinitos conflitos.
Encontrar o caminho do meio, ou melhor, equilibrarmo-nos em meio a tantas "verdades" e "realidades" de conviver, traduz uma infinita inquietação.
E por aí vai...
depois falo mais sobre isso
e de maneira diferente.
Acho ou melhor considero escrever a melhor de todas as catarze.
Escrevendo consigo pensar melhor, consigo modificar padrões internos.
Não me ocupo com a cobrança interna de ser coerente.
De de repente pensar assim e daqui a pouco pensar assado...
uma senhora liberdade...
também uma senhora oportunidade de pensar,
repensar acontecimentos
de zilhões de formas e angulos.
Liberdade!!!
Apenas...
escrevendo podemos dar o tamanho que queremos ao assunto que nos interessar.
Depois eu conto o resto...!!!

Diário de Bordo - Inaugurando meu blog diário...


A minha intenção e proposta de forma objetiva é criar um espaço de troca, onde se fale de coisas boas, de coisas simples, de coisas que nos angustie, daquelas coisas que nos fazem pensar a vida e todos os nossos dias como sendo algo sem importância ou que está carregado de coisas que não queremos ou obsoletas!!! Porque não temos coragem de transformar, de jogar fora, de modificar e qualificar.
Como se não fosse nossa a vida e a responsabilidade de conduzir.
Somos seres mutantes, podemos ter uma vida muito diferente da que temos se não formos seres viciados... repetitivos... acomodados.
Mas enquanto não sabemos o que queremos... daquilo que queremos e como queremos o bom mesmo é ficarmos em estado de contemplação... pensando em como queremos ser e onde queremos chegar em níveis possíveis de existir.
Acho que podemos falar de todas as nossas impressões!!!
De todos os assuntos que nos inquietam, que podem esclarecer, que podem fazer acrescentar em nossas vidas.
Maravilha!!!
Adoro isso... e tem muito mais.
Apertem os cintos!!!
E faremos uma linda viagem... de repente com segurança
de repente
caindo no abismo
em turbulências...
Mas sempre chegando
onde se quer
onde quiser!!!


Livia Leão



ORAR, ORAÇÃO, ORAÇÕES!!! ...

Todas as formas de oração são perfeitos apelos em nos alinharmos com o que queremos, com o que se sente, com o que buscamos dentro de nós...