segunda-feira, 5 de outubro de 2009

DIÁRIO DE BORDO - MEIO FICÇÃO MEIO REALIDADE!!!

Adoraria de certa forma, encontrar um homem!
De preferência... com todas as qualidades que atribuo a eles quando fantasio, quando penso encontrar aquele homem especial!!!
Já vivi uns lindos relacionamentos... e posso dizer que havia uma firme intenção de constuir uma história de amor pelo menos da minha parte.
Os homens sempre esperam que a mulher lhes garanta um lugar parecido com a eternidade, bem como uma segurança baseada no principio do "papel higiênico".Ahahahahahahah!!!
Esclarecendo ( que nunca se parte nos pontinhos), acho que também tem a ver com "nunca dá certo".
Porque somos hormonais demais, porque a nossa natureza é mutante. Também porque qualquer coisa que seja para sempre é muito complicado e foge a verdade.
Os homens são seres maravilhosos!
São seres equilibrados humoralmente, hormonalmente...
Foram favorecidos pela natureza em se falando de constância e coerência.
Eu pelo menos, sou teimosa demais e também falo para caramba coisas que não sou capaz de sustentar.
Faço ameaças, discursos... depois tenho que rir de mim!!!
Rir de mim  por que?
Porque considero a mudança de humor repentina algo que angustia.
Para conviver com essas mudanças é preciso que se goste muito da pessoa.
Do contrário, "é a treva"...
E ainda tem aquela pessoa que consegue de maneira elegante tirar de você apenas o que você tem de bom. Mas também tem aquela... que só tira o que há de pior!!!
E o sofrimento se instala.
Na minha familia algumas pessoas me consideram engraçada... mas tenho me olhado de maneira diferente. Sou séria demais.
Meu senso de humor, depois do climatério então, está totalmente diferente.
De vez em quando faço graça do meu momento, de vez em quando acho engraçado todas as mudanças que estão acontecendo em meu corpo, em minha mente, por conta da falência hormonal.
E nada é mais solitário que esse momento.
E é solitário porque dizem algumas mulheres que não se deve falar sobre o que acontece com a gente neste momento existencial.
Mas é difícil não falar e é desumano, porque sinto necessidade de dizer o que sinto e como me sinto tanto mental quanto fisicamente.
Não quero qualificar, porque não é nem melhor e nem pior.
 É diferente! Totalmente diferente...
E como todos os momentos... precisamos estar atentas.
Muito atenta!!!
Ah! Porque não dizer... ALERTA!!!
E esse alerta passeia por todos os momentos e segmentos.
Cuidar da nossa carência, seja ela qual for é necessário porque é nesse momento que escorregamos em todas as cascas de banana... uma loucura!!!
Julgamos qualquer coisa que apareça como sendo algo maravilhoso porque estamos tão falidas de hormonios que quase perdemos a noção de tudo que pode significar dignidade, elegância e até mesmo ética.
Há pessoas que ficam deprimidas e há pessoas que ficam "jurando" que são eternamente "jovens" e isso é a mais decepcionante das escolhas.
Porque está na cara, aliás em todo corpo, que não somos e não estamos jovens. E aquele negócio de usar o argumento de que tenho o "espírito" jovem... também é péssimo, porque esse mesmo é que não é jovem, já que é eterno. Ahahahahahahahah!!!
Se temos um comportamento infantil também não pega bem, porque não combina com aquele deus que é democrático "deus cronos".
Então... só nos resta encarar a realidade maravilhosa não de ser como todo mundo.
 Mas de buscar dentro de nós a melhor saída para os nossos humores para evitar os rumores.
Temos muitas estratégias para driblar os outros e nenhuma para driblar a nós mesmos.
Até porque não dá.
 Não dá para esquecer quanto tempo estamos por aqui.
 Não dá para fazer de conta que não temos uma certidão de nascimento, uma carteira de identidade, que contribuimos a mais de trinta e cinco anos para Previdência Social, etc. etc. etc...
A gente tem muita disposição para fazer muitas coisas, claro!!!
Mas jamais como quando tínhamos dezoito anos...
Podemos ser bonitas neste momento, mas nunca como quando tínhamos dezoito anos.
Aliás podemos ser até mais bonitas do que quando tínhamos dezoito anos.
 Porque existe o intelecto que foi alimentado ao longo do tempo.
As experiências adquiridas.
A mais linda de todas as conquistas do ser humano, que é maturidade.
Enfim, zilhões de coisas que fazem com que a gente fique bem, muito bem obrigada... mas nunca como quando tínhamos dezoito anos.
Beleza diferente...
beleza, claro!!!
Coragem para falar,
coragem para declarar... em alto e bom tom
qualquer coisa que nos favoreça ou que nos incomode.
Sem dar importância às críticas ou falatórios.
Nossa! Os ganhos não são só de "anos"... na contagem do tempo ganhamos trocentas coisas que nos facilitam como pessoas, humanos e fêmeas.
Ficamos muito mais seguras mesmo sem doses enormes de adrenalina, endorfina, etc... e todos os hormonios que envolvem a coragem, o medo que não paralisa.
Deixamos de sangrar todo mês, isso significa que ficamos menos perigosas!!!
Sentimos tristezas e ficamos sensíveis por demais da conta, mas cresce dentro de nós uma força superior que faz com que transformemos e revolucionemos todos os nossos mais profundos medos da VIDA.
Acho que a natureza faz tudo certo mesmo.
Considero de verdade, que quando conseguimos viver meio século com alguma dose de consciência, com compreensão daquilo que fizemos, do trabalho que tivemos para elaborar a pessoa que nos tornamos é bom demais!!!
Acho que nos "destinamos" cada dia a cumprir o caminho do crescimento e da evolução.
Tenho certeza que cada um de nós, homem ou mulher, quer cumprir seu tempo e concluir que valeu a pena. Que provocamos encontros maravilhosos, que buscamos o outro para crescer; que aqueles que acreditam e vão seguindo as leis da natureza do "crescei e multiplicai" precisam se reconhecer eternos através da perpetuação da espécie, que é bacana, claro!!!
Que o Planeta Terra está super povoado de encontros hormonais... que despertar é preciso!!! Que navegar é preciso também... e como sempre, fugi do assunto principal.
Mas não tem problema... depois eu conto o resto!!!
Sobre encontrar um homem...
ou melhor sobre encontrar alguns homens!!!
É sempre bom...
hormonio masculino é o que há de melhor para se trocar.

AHAHAHAHAHAHAH!!!
Adoro a mente do homem e seu caminho objetivo.
Eles não complicam nada... e com isso, de repente nós "complicadinhas da Grow" não sabemos lidar.
E a paciência que eles têm!!!
Nossa!!! MARAVILHA...
Quando somos amadas por um deles, nos tornamos princesas e nem percebemos!!!
É!!! Princesas de verdade.
Conclui muito engraçadamente que eles viram sapo porque nós nos tornamos uma "perereca"... apenas...
será?
O problema na verdade reside, como diz um sábio homem chamado Domingos de Oliveira, é "escolher uma mulher para casar não é difícil o problema é abrir mão das outras". Isso porque existem zilhões de mulheres maravilhosas...
(Bacana, não!?)
Mas como tudo é dialético podemos pensar que para nós não é complicado abrir mão dos outros porque nao se encontra homens do tipo que estou falando em qualquer lugar.
Essa afirmação é profunda e eles com certeza sabem o que dizem de si mesmos.
Com certeza o bom na natureza é que há gosto para tudo.
Asta la vista... Baby!!!







Um comentário:

  1. Até onde começa a realidade ? Até onde termina a ficção. Entre essas duas existe uma cerquinha...
    Muito obrigada pela visita e por palavras tão carinhosas. O seu trabalho também é muito importante. Volte mais vezes, terei sempre uma hist´oria para lhe contar.
    Beijo grande e BOM DIA.
    Paz e Bem !
    Saudações Florestais !

    ResponderExcluir

ORAR, ORAÇÃO, ORAÇÕES!!! ...

Todas as formas de oração são perfeitos apelos em nos alinharmos com o que queremos, com o que se sente, com o que buscamos dentro de nós...