sexta-feira, 2 de outubro de 2009

DIÁRIO DE BORDO - Acorando sem dor


Acordar!!!
Para mim acordar sem dor esses últimos dias tem sido maravilhoso!!!
 Sentir o meu corpo confortável, disposição para trabalhar e principalmente coragem para compartilhar o meu momento é de um significado que não tem como descrever.
A doença e a dor são sinalizadoras e me levaram a um crescimento contundente.
Tem com certeza um valor difícil de compreender, mas há sem dúvida um sabor que não pode ser qualificado.
A minha existência hoje tem um significado diferente e também um sentido que ultrapassa qualquer coisa sem importância.
A impermanência e a certeza de que tudo passa me fazem continuar e também criar um outro modelo de condução dos acontecimentos que objetivo para mim.
Os medos tomaram outro rumo!!!
E a paralização que de certa forma quase impus ao meu corpo por causa dos medos experienciados desde a infância "quase" me fizeram assumir uma deficiência que não mereço e que não combina com o meu figurino. Ahahahahah!!!
Ao longo do tempo em que o meu corpo doia fui acordando... despertando.
 E fui aprendendo a me amar, a buscar informações e alternativas que podiam me patrocinar um corpo sem dor.
Um corpo sem dor é o sonho de consumo de zilhões de pessoas com certeza.
E para conseguir isso precisamos abrir mão de muita coisa.
Descobrindo que tudo o que há fora de nós é ilusão e não temos necessidade de consumir ou melhor, ser avassalada por tudo que há para ser consumido.
As emoções, a alimentação, o pensamento, a busca incansável pela harmonia e a consciência de que estamos conduzindo nossas existências de maneira doentia nos leva a mudanças e transformações que nos devolve a saúde e o bem estar.
Organizar nosso laboratório fisico-químico é essencial.
Entrar em contato com a dor e identificá-la, responsabilizando-nos faz o corpo responder muito mais rápido.
Saber que tudo que nos acomete, que tudo que está ao nosso redor foi de maneira consciente ou não aceito, acolhido por nós mesmos.
E aí é assunto para muitas páginas, porque começa em um tempo que não sabemos mensurar ...
precisamos acordar apenas não, DESPERTAR!!!
E despertar é para quem tem coragem, muita coragem.
Porque existir no piloto automático é moleza.
Afirmar com todas as letras e sentimentos que são necessários que somos felizes, que estamos em paz, que iniciamos um caminho de compreensão da VIDA e do que é estar por aqui em um corpo biológico é para quem tem muita coragem!!!
E tudo isso só vem depois de "décadas", no meu caso "cinco"!!!
Neste movimento que não para, do berço ao caixão, onde nos identificamos com um nome e um RG, temos que encontrar dentro de nós e em nosso DNA e tudo o mais que pode nos conduzir a nossa individuação e nos separarmos de qualquer coisa desagradável que possa ter nos paralisado em um tempo que lógico... é cronológico.
Diante da eternidade qualquer cinquenta anos é "nada".
Qualquer dor é "nada"... se soubermos fazer a leitura correta.
Celebrar a VIDA, celebrar apenas tudo que há e deixar onde está...
Sem carregar o mundo nas costas fica muito mais leve!!!
Agradecendo os sentidos perfeitos, que nos conectam com o mundo das formas e das coisas...
De vez em quando pensando na infinitude do Cosmos, reconhecendo em nós tudo que há no Universo, despertamos para o que há de melhor.
Valorizamos a VIDA que escolhemos e o tempo que decidimos transitar por aqui.
O meu pensamento de amor e o meu sentimento de amor por mim me alegram e dão vontade de compartilhar...
Obrigada a todas as pessoas que escrevem, que pensam e que colocam em prática qualquer movimento que faz acordar!!!
Para que nós, mortais comum, possamos 
ACORDAR SEM DOR!!!
Depois eu conto o resto...


Livia Leão





Nenhum comentário:

Postar um comentário

ORAR, ORAÇÃO, ORAÇÕES!!! ...

Todas as formas de oração são perfeitos apelos em nos alinharmos com o que queremos, com o que se sente, com o que buscamos dentro de nós...