terça-feira, 31 de agosto de 2010

DIÁRIO DE BORDO - A CURA!!!




Ainda passando por momentos defíceis de dor e limitação, mas feliz como jamais me senti.
Existe com certeza alguma substância que patrocina esse sentimento e de maneira muito íntima e pessoal, porque no que diz respeito ao corpo biológico é muita raça de dor e des-harmonia.
A consciência, o foco, a vontade genuína têm me feito chegar até aqui com enorme confiança, segurança e fé.
Esses três sentimentos têm sido meus companheiros minuto a minuto e mesmo reconhecendo que de vez em quando é complicado manter-me segura e confiante, posso assegurar que é tudo de bom e vale a pena não perder sequer um segundo de qualquer sentimento que traduza força, coragem superação e essas coisas que fazem de nós humanos seres poderossímos... quando queremos, quando nos encontramos em apuros, quando possuímos uma fé inabalável!!!
Qualquer declaração de amor neste momento é maravilhosa e sempre que nós passamos por nossos infernos, que nos percebemos ultra-passando mais coisas que vamos atraindo, fabricando, identificando e modificando nos fortalecemos e ficamos mais bonitos em humanidade.
Porque superamos qualquer dor... o nosso cérebro coloca tudo no lugar, amortece, amenisa, trás luz e compreensão... indica os caminhos e as atitudes a serem tomadas... e é preciso não temer a morte porque junto com todos os desafios é preciso que se morra todos os dias... dando início a uma nova vida em uma mesma existência.
Gosto disso!!!
Acho que é um poder maravilhoso que possuímos em relação a nós, sempre em relação a nós mesmos. Nos reconstruírmos a partir das nossas experiências de dor, de perdas, de enganos... claro! De enganos porque dialéticamente falando ao mesmo tempo que possuímos infinitos poderes, não possuímos poder nenhum diante do inevitável.
O amor que transborda em nós e de nós neste momento é algo que não dá para falar porque transcende mesmo... e olha que nem sou assim tão apegada a essa existência!?
Gosto da minha vida, sei que sou uma pessoa que faz coisas e que cumpro de maneira bacaninha as coisas que me diponibiliso, mas não considero que seja qualquer coisa de excepcional... sou mediana e não tenho nenhuma pretenção de ser uma paladina... de me exaurir em projetos cansativos e teóricos.
O meu cérebro eu uso para reflexões lindas, para fechar ciclos confusos de grande importância para meus apreendisados, crescimento e evolução, claro!
E vamos ao que podemos alcançar e de forma bem simples resolver.

Livia Leão


Um comentário:

  1. Cada vez que leio,leio mais.E olha que nao estou no meu melhor momento.Bjos e obrigada por ter enriquecido minha cabeça,e cerebro com tanta coisa boa!!

    ResponderExcluir

ORAR, ORAÇÃO, ORAÇÕES!!! ...

Todas as formas de oração são perfeitos apelos em nos alinharmos com o que queremos, com o que se sente, com o que buscamos dentro de nós...