Pular para o conteúdo principal

DIÁRIO DE BORDO - Amantes !!! Precisam criar energia de encantamento




Viver um relacionamento "clandestino" aos olhos dos outros é exitante e começa em um âmbito conhecido dos que precisam desse mecânismo interessante que funciona bem... 
considero que em todos, mas poucos são os que assumem.
Os amantes são de utilidade pública... as pessoas que precisam casar-se, morar junto... passam pelo desgaste inexorável de todos os dias, do sentimento banalisado, do cansaço das crises e dificuldades em todos os âmbitos, precisam também de um refúgio...
A excitação!!!...
Pensar no momento em que se pode encontrar, no tempo em que se pode ficar junto, desfrutar da companhia e de toda magia de um sentimento que transcende qualquer conceito e teoria possível...
é bom demais!!!
As relações legalisadas por certidões e permissões podem e devem ter seus encantos principalmente a nível material e financeiro... a permissão de gerar filhos certificados, legais .... com um retrato de familia padronalizado ou padronizado, deve e precisa ter seu sentido, suas vantagens, sua mística.
O que considero na minha fisiologia é quando penso na mesmice, no massacre dos problemas, dos "tem que", do sexo no piloto automático.
AMANTE pra mim é quem ama e os códigos que vão ser usados pelas duas pessoas só dizem respeito a elas duas.
A monogamia é algo que passeia pela economia, por acomodamentos sociais, por práticas que são obsoletas, mas que ainda estão sendo usadas por medo e atavismo.
Os casais vivem seus "casos" fora do relacionamento "legal", mas fazem carinha de paisagem... quando um dos dois descobre a infidelidade do outro, precisam e se sentem na obrigação de criar animosidade, bem como fazer de conta que não sabia e que está se sentindo traída(o).
Há sem dúvida uma hipocrisia que paira em todos os seguimentos das relações, porque movimentar de maneira transformadora, inovadora, mantenedora é complicado, dá trabalho... inclusive exige de alguma forma que se tome decisões!!!
Cuidar da saúde dos relacionamentos, descobrir a melhor forma de viver algo saudável com alguém sem certificar-se... apenas sendo, apenas sentindo, apenas passeando na vida outro com uma certa elegância e distanciamento aproximado de quem está verdadeiramente interessado.
O trânsito permitido pelo outro, as "concessões", principalmente as que o homem faz... sim, ele parece dar os comandos. Ele consegue encaixar você na vida atribulada, em meio a tantos afazeres e compromissos como uma ida a um parque de diversões... depois... voltar pra casa, livre, leve e solto!!!
Claro... "satisfeito", com um departamento da vida em dia, com energia suficiente para ouvir choro de filho, reclamações de espôsa, obrigação de ir ao super-mercado, feira, aniversário de amigos dos seus filhos... também jogar seu futebol!!! 
Contar para os amigos que está saindo com alguém... aquelas coisas que sabemos que para os homens são mais importantes que tudo!!!
Gostar de você assim e da outra assada... lidar com as mais diferentes situações com maestria, sem sequer fazer confusão de nomes?
Muito interessante!!!
Requer uma sabedoria... ô se requer!!!?
Além de uma memória em dia dependendo da idade que favorece o encontro... ahahahahah!!!
O departamento das obrigações e do lazer não se misturam e não podem ser confundidos...
E a manutenção de tudo isso requer o dia de 265horas.
Mas como os homens não precisam fazer tudo "direitinho" e a eles são dadas as melhores condições... dá conta principalmente se as mulheres ainda que sem se falar ou saber, derem conta de cumprir os códigos de cada uma.
Sabe aquele ditado que diz "cada macaco no seu galho?" Pois é...
Sociológicamente, biológicamente, antropológicamente o que estou falando tem uma função importantissima para o equilíbrio e harmonia do mundo e da humanidade...
Mas quando se fala da psique onde inclue uma vaidade e exercicio da possessividade, aí o negócio fica diferente... parte-se para uma "ignorância".
Bem, os homens são em minoria porque morrem mais cedo, o número de mulheres sozinha, carente, hormonalmente ativa é enorme e aí... fica difícil uma exclusividade.
Vista grossa e empenho na manutenção das relações seja qual for o nome que se dê a ela é fundamental.
Ia esquecendo...!
Tem ainda o risco de que na lista das concorrências pitem alguns do mesmo sexo... aí minha filha, "a porca torce o rabo"...
Só nos resta contar com a sorte, entrar numa "labuta" sem fim, cansativa de desfilar com alguém que se diz relacionando com você, comigo ou qualquer uma de nós...
Fiquem bem
Cuidem-se bem!!!


Livia Leão




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PARA VIVER UM GRANDE AMOR...

Estou aqui pra dizer a você que aqui estou... Estou aqui pra dar continuidade ao nosso crescimento juntos... que fazem intervalos pequenos diante da eternidade... É quando sorrio de verdade é quando me acomodo com segurança e me aconchego sem medo. Conheço um pouco dos seus limites, a profundidade das suas lindas qualidades, generosidade, parceria e delicadeza que admiro e preciso em um relacionamento. Assim como antes, em tempos que conseguimos separar, Onde se pode conjugar passado, presente e futuro Onde se pode prever que há o que "rolar" ... Sabemos de amizades, sabemos de conforto e de confiança. A vontade, ficamos sem nenhum desconforto que maculam os encontros e a nossa vontade é superior aos riscos que corremos sem nenhum temor (???) ... Tudo que poderia causar desconforto e separação será retirado e excluído elegantemente porque merecemos...
E tão grande amor que pode ser do outro
mas que é meu...
Não apenas meu, mas inventado por mim
nascido de mim,
em mim...
E q…

PARA O MEU AMOR QUE É QUERIDO ...

E eis que a vida nos devolve coisas, memórias, pessoas ...  E eis que o velho se tornou novo e nos confundiu!!! Mas eis também que nós ficamos assim não intimidados, mas cheios de dedos, cautelas, cuidados ... Bom comportamento e falas sinceras que nos traduzem e nos colocam em posições que dão alegria, que nos concede intimidade que velada, pode ser que seja declarada. O amor , ... o amor e o amor... que se repete, que volta, que vai e vem, ...  retornando em novidades iguais em amadurecimentos!!! Amadurecimentos que nos envaidece, que causa imensa curiosidade, que dá vontade de abraçar o corpo, a estória e o caminho percorrido sem programar, sem planejar... Não foi o tempo quem voltou, não fomos nós que retornamos, foram duas pessoas diferentes em iguais movimentos e buscas inquietantes de se espelhar... Liberdade Curiosidade Necessidade de se encontrar... Somos almas iguais e não gêmeas!!! Somos macho e somos fêmea!!! Em delicadezas emocionais Em possibilidades cativantes em const…

Sobre todas as coisas e nenhuma delas em especial!!! ...

Falando assim como quem tem uma certeza absoluta o mundo é muito rico em tudo que a gente pode imaginar. Podemos dele desfrutar como quisermos.  Se temos um mínimo de sabedoria, se conseguimos saber o mínimo de nós mesmos nos sairemos bem diante da vida que vamos escolhendo momento a momento. Tenho medos como qualquer criatura humana que habita o planeta, mas ao longo dos meus dias traduzidos em 59anos fui ganhando um certo jeito de pensa-la; de driblar as minhas fragilidades, de encontrar forças em mim mesma, de não apenas saber quem eu sou agora, mas também de quem quero ir me tornando enquanto passeio por aqui. Lido simplesmente muito mal com a morte, não a minha, mas a das pessoas... e isso se estende não apenas às que penso conhecer, mas a todas as pessoas que sei que morreram, que os seus corpos estão sendo enterrados ou cremados, que enquanto isso acontece no plano físico/material, outras muitas pessoas especulam, inferem,  sobre a vida após o fim ... o encerramento da vida co…