Pular para o conteúdo principal

DIÁRIO DE BORDO - Sobre todas as coisas?

Considero que o grande sofrimento de nós Homens é a decepção que sofremos quando conquistamos aquilo que pensávamos que fossemos sentir a nível de "ação prolongada".
Tudo acontece muito rápido!!!
O prazer é sempre muito rápido e aí vem o desejo de mais e do de novo, de novo, de novo...
É assim no sexo...
É assim na conquista de um bem material que muitas vêzes se torna um mal material...
É assim, no interesse em construir um relacionamento com alguém...
É assim quando compramos qualquer coisa por simples consumismo e não necessidade...
As nossas carências produzem urgências perigosas que nunca são oriundas de necessidades, mas de vazio interior.
E aí, nossa casa fica lotada de "coisas" sem utilidade, que dão trabalho, que exige uma demanda exaustiva de tempo pra limpar a poeira que tudo isso acumula...
O computador, o mundo virtual vem de certa maneira minimizar o sofrimento do espaço físico dos acumuladores.
Nele tem tudo. 
Nele contém tudo.
Tem a música, a literatura, as infinitas possibilidades...
Também a proteção, o distanciamento; a mentira verdadeira do que gostaríamos de ser....
A imaginação e a criatividade.
Podemos nos identificar expondo nossa verdadeira figura, mas também podemos usar outras imagens que nos identificarão.
Podemos ser usadas e podemos usar...
Criar uma relação de dependência e andar abraçada com ele pelo mundo...
ou ficar em casa visitando o mundo inteiro.
Conhecer mentes brilhantes, adquirir conhecimento, buscar informações, mergulhar em histórias e estórias com credibilidade ou inventada para virar verdade.
A nossa capacidade de interesse regada a prazer é infinita e é dela que alimentamos nossos dias... dia-a-dia.
E o prazer saciado gera outro, que precisa de outro e de outro... para preencher...
o que parece não ser possível.
Percebo um enorme cansaço nas pessoas acumuladoras, um eterno "ocupar" com tanto para limpar e nenhuma ligação consciente com o que armazenam...
E aí, o prazer não rola...
E o tempo cronológico não dá conta com apenas vinte e qutro horas diárias...
E o medo de não estar inserido no contexto?
É angustiante e nem sequer prestamos atenção no nosso discurso lamurioso de exaustão!!!
PRAZER ALGUM ACONTECE, claro!!!
Sem nos darmos conta entramos numa ciranda perigosa que serve de armadilha para nos perdermos em meio a tanta coisa que abraçamos sem necessidade...
Administrar as nossas possessões exige um esquecer de nós mesmos enlouquecedor... ainda mais quando des-consideramos que tudo que acolhemos porque escolhemos é parte de nós... bonito, feio, fácil, difícil... e cuidar de todas as nossas escolhas... menino!!!
É pra base de uma loucura...

Fiquem bem e cuidem-se bem!!!

Livia Leão



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

RECEBO E ENTREGO ...

Sobretudo as invisíveis!!! Aquelas que começam no pensamento,  aquelas que alimentamos diariamente em desejos e sonhos de realização. Aquelas que confessamos,  as inconfessáveis,  as insuportáveis,  as inimagináveis por se alojarem no nosso inconsciente, mas que estão em nós em alegres sabotagens. Em merecimentos e baixa estima. Sempre permeando os dois lados que precisamos escolher com consciência e sabedoria. Nos desafiarmos em prestar atenção as nossas escolhas é um exercício que facilita demais a nossa existência em comunhão com a certeza de que estamos encarnados para encontrar dentro de nós o direito e o dever de ser feliz. De compor uma vida e com a Vida uma sinfonia que pareça conosco, que traduz AMOR. Alegrias genuinas ainda que permeadas de todos os outros sentimentos pertinentes aos despertos!!! Sabermos que estamos inspirando e expirando. E esse processo se dá até que a Energia Vital cesse em abandono ao nosso corpo biológico. Somos um impulso do Universo. Depois de termos ido teremos fei…

PARA O MEU AMOR QUE É QUERIDO ...

E eis que a vida nos devolve coisas, memórias, pessoas ...  E eis que o velho se tornou novo e nos confundiu!!! Mas eis também que nós ficamos assim não intimidados, mas cheios de dedos, cautelas, cuidados ... Bom comportamento e falas sinceras que nos traduzem e nos colocam em posições que dão alegria, que nos concede intimidade que velada, pode ser que seja declarada. O amor , ... o amor e o amor... que se repete, que volta, que vai e vem, ...  retornando em novidades iguais em amadurecimentos!!! Amadurecimentos que nos envaidece, que causa imensa curiosidade, que dá vontade de abraçar o corpo, a estória e o caminho percorrido sem programar, sem planejar... Não foi o tempo quem voltou, não fomos nós que retornamos, foram duas pessoas diferentes em iguais movimentos e buscas inquietantes de se espelhar... Liberdade Curiosidade Necessidade de se encontrar... Somos almas iguais e não gêmeas!!! Somos macho e somos fêmea!!! Em delicadezas emocionais Em possibilidades cativantes em const…

EMMANUEL...

A sua chegada e eu ainda menina foi um dos mais ricos momentos da minha infância. Um acontecimento!!! O amor se formou junto com o seu crescimento no utero e explodiu em mim em alegrias de formar afeto, de aprender a cuidar de prestar atenção de acarinhar... Dia a dia todos os dias  convivemos em compartilhamento da nossa pobreza de dinheiro, das nossas necessidades não supridas, mas rica em interesse de vê-lo crescer, de prestar atenção em você... Tenho certeza que somos filhos de uma mesma energia, ... identifiquei a sua forma e o seu silêncio... e por isso te amo, identifico também essa separação estupida deixando em mim um vácuo. Eu sei porque você se foi!!! Ainda não sei porque eu fiquei... Se esperei você chegar e precisei estar na sua volta!!! De volta te conduzo à luz meu Manu... No exercicio de amar não precisa que se faça nada. Ao amar não é necessário qualquer condução... Ele é Assim como você em mim. Ainda estou com a sua presença física tatuada em mim, mas ela irá se colocar e aí vamos pod…