sexta-feira, 9 de abril de 2010

DIÁRIO DE BORDO - As muitas faces de mim mesma...


Houve tempo em que sentia desconforto em relação a essa sensação... a de me sentir de um jeito em cada ambiente ou situação. De pensar assim e de repente deixar de pensar... de não ser uma pessoa constante... de ter muitos interesses, veja bem que engraçado esse des-preparo e des-espero!!!
E é claro que isso tinha uma dimensão enorme porque eu segredava, temia ser algo sério e grave e que podia comprometer alguma coisa... em que sentido?
Na minha cabecinha de criança era complicado... sempre vi a verdade dos outros como sendo outra possibilidade tambem de ser. 
De repente pensei nesse assunto e foi muito legal, porque senti algo bom demais. 
Esse negócio de ser muitas em uma só... de ter esse alcance na verdade sempre me facilitou nas relações com as pessoas... compreendo-as consigo ver suas verdades e as considero, claro!!!
Na verdade meus embates são todos voltados para o dia-a-dia, ou seja, aqueles momentos desagradáveis da louça suja, da casa desarrumada, da falta de parceria e colaboração, das pessoas que querem ser hóspedes na casa que moram, da falta de cuidado com quem precisa, enfim das "tomada desligadas" da rotina em familia ou com quem quer que seja...
No mais, sou uma pessoa que compreende todas as cabeças e seus funcionamentos e daquelas pessoas que des-considero me distancio, mudo meu enfoque, transito por outros horizontes e vou conseguindo sobre-viver a todas as diferenças e des-confortos, porque são poucas as criaturas que me tiram do sério... na verdade não são as criaturas e sim seus comportamentos/atitudes assim mesmo quando é diário, se for algo que acontece de vez em quando não me incomoda...
Mas voltando para o assunto que me trouxe aqui... que foi na verdade o fato de sentir sempre que em qualquer situação encontro algo dentro de mim que alcança o momento, que entende as reações, que analisa com condescendência. 
Acho bom ser como sou, mesmo quando sou atingida de alguma maneira  procuro entender o outro. 
As inúmeras situações em que já me encontrei durante a vida foram de enorme importância na compreensão de mim mesma e também de crescimento maravilhoso como humana, bem como nas minhas relações com os outros.
Tenho paciência, desenvolvi grandes qualidades e despertei em mim interesses e curiosidades inusitadas por conta da minha natureza difícil e simples... multi facetada, rica em capacidades interessantes que faz de mim uma pessoa muito legal!!!
Nossa é muito bom quando se perde o medo de ser quem se é... quando se ganha auto-confiança a duras penas, quando se sabe onde quer ir, até onde quer ir, para onde ir!!!
O processo de auto-conhecimento e educação, todas as fontes visitadas, todas as experiências buscadas muitas vêzes no piloto automático, mas cheio de intuição seguidas de maneira cega e que chega onde se quer chegar... é BOM DEMAISSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS!!!
O olhar para o mundo e para as pessoas onde penso com o sentimento do outro e não preciso vivenciar  para saber o que quero e não... do que posso e não experimentar... do que é bom e não... do que posso bancar e não... são deliciosas conclusões e decisões que favorecem o amadurecimento e o enorme  prazer de ser quem sou hoje, neste momento, agora!!!
Daqui a pouco, posso ser diferente porque vou estar vivendo outras coisas e sensações... recusando, aceitando, abraçando tudo que se apresentar ou que atrair.
Liberdade... isso!!! Liberdade...
Consequentemente... muita responsabilidade... adoráveis responsabilidades facilitadoras dos compromissos que assumir, de tudo que eu escolher!!!
BOM DEMAIS!!!


Livia Leão




Nenhum comentário:

Postar um comentário

ORAR, ORAÇÃO, ORAÇÕES!!! ...

Todas as formas de oração são perfeitos apelos em nos alinharmos com o que queremos, com o que se sente, com o que buscamos dentro de nós...