domingo, 4 de abril de 2010

DIÁRIO DE BORDO - Inteligência emocional!!! Urgente...




Enquanto não nos encontramos em meio à zilhões de informações inúteis e de fazedores de cabeça que vamos atraindo para nós ao longo do tempo, ficamos atordoados, perdidos, des-encontrados de nós mesmos.
Os códigos, mesmo os genéticos, precisam ser modificados e transmutados para não adquirirmos as doenças, para não perpetuarmos as máximas inventadas por conveniência em tempos inimaginários e de formas inimagináveis que serviu a quem criou e que para quem está aqui e agora nem mesmo como memória tem serventia muito menos utilidade...
A história é feita de grandes e pequenas mentiras que estão sendo sustentadas por quem a propaga.
Heróis, paladinos, reis, rainhas... muita gente que foi escrevendo suas biografias ou seja vivendo suas vidas desfrutando do que tinha ou pensava que tinha e colocando no mundo suas verdades fabricadas de acordo com o que lhe convinha!!!
Se não conseguimos contar nada uns para os outros com fidelidade imagina isso tudo ao longo do "Tempo", que não pára, que serve para contar o que quem tem coragem de colocar no papel tem para dizer daquilo que viu ou deixou de ver mas ainda assim, quer manifestar sua opinião ou o seu olhar... o que é mais grave, a sua paixão pelos assuntos, pelo personagem, pela situação enfim...
A que interesses servimos, em qual posição estamos?
Que sentimento colocamos quando nos manifestamos em relação a qualquer coisa, ainda mais aquelas que se ocorreram, ocorreram a zilhões de anos, séculos... que memória é essa, que tipo de documento é esse que nos coloca em contato com a realidade de tempos remotos?
Todos escritos pelo Homem, todos trazidos pelo tempo, modificados pelo olhar do Homem que foi usando da sua infinita inteligência e esperteza e nós fomos com a nossa fala e voz colocando sem nenhum critério no mundo, divulgando, propagando, perpetuando, proliferando... como um virus!!!
Acreditamos naquilo que queremos acreditar e questionamos também o que não conseguimos alcançar e não porque não possamos, mas porque ficamos com preguiça de refletir, pensar, concluir por nós mesmos as infinitas mentiras contadas desde sempre... e ainda sentimos em determinados momentos, "culpa" por não embarcarmos nas viagens dos outros!!! Que pica, hein?!
Gente!!! Como é bom ser adulto, como é bom consultar as fontes mais poderosas e genuínas nascidas de todos os anos que vivemos atentos, buscando como uma sobrevivente ou melhor, por querer sobre-viver a todos os enganos, a todas as falas e máximas escutadas desde a primeira respiração.
A verdade!!! A verdade é que não há verdade... a realidade é que estamos chegando com o nosso cérebro, com o cérebro alimentado por todos os outros ou melhor com a internet, encontrando meio de transportar impressões de colocar o nosso olhar e entendimento ao que pensamos e sentimos como sendo verdade transformada em realidade.
O Homem vai a lua, habita o espaço sideral (olha que coisa mais antiga?) e mata o seu semelhante por causa de dez reais!!! E aí?
Nos incomoda e nos acomoda também... nos faz pensar e nos faz calar!!!
Com o que quero me envolver? Qual desses universos me diz respeito?
Onde posso depositar minha confiança e credibilidade?
Afinal não estava em nenhum desses episódios/acontecimentos...
Mas eu acredito no meu semelhante, fui domesticada para acreditar, é dito e feito que é bacana acreditar, ainda que eu sinta todo des-conforto em relação ao que ouço, ao que vejo ao que assisto ser propagado, "disse-minado".
Somos donos da verdade sim, cada um da sua!!!
O meu olhar é que vai fazer com que aquilo que vejo tenha a conotação que vou dar.
O meu temperamento é que vai dizer de acordo com o dia do mês, principalmente se eu ainda menstruar se aquele acontecimento tem ou não importância, significado... se ele traduz qualquer coisa que seja no processo de crescimento, de busca, de comprometimento com a minha existência e com a VIDA como algo muito maior que as minhas opiniões, especulações, "inferições" (será que existe esse termo, se não estou criando agora)!!!
Divulgar, propagar é complicado por demais, gente!!!
O silêncio é do balacubaco... realmente é de ouro.
Precisamos saber quando é preciso ser uma linda observadora e expectadora das coisas que acontecem o tempo todo... perto de nós, do nosso lado, na rua da frente ou de trás... no nosso Bairro, no nosso Estado, no nosso País, no MUNDO... neste momento!!!
Está sendo provado que o mundo que interessa é virtual é o virtual; o mundo que nos agrega os assuntos que nos chamam atenção, os relacionamentos que nos disponibilizamos para viver são virtuais ... a solidão acompanhada da internet, a comunicação rápida do e-mail, o beijo pelo telefone que nunca se concretiza, os abraços do outro lado das calçadas que nunca vamos atravessar para dar, enfim, as conversas entabuladas sempre versando sobre um tempo que já não é, que já não há... com pessoas que já não estão aqui... enfim... o presente!? Esse não nos interessa, definitivamente não nos emociona. Que pena!!!
O aqui e agora, onde tenho consciência do que estou sentindo, percebendo, dos caminhos que trilhei em mente, com pensamentos recheados de questionamentos nascidos da minha observação inquieta é que me diz respeito. A gente confia tanto no nosso cérebro, em sua capacidade infinita de administrar tudo e qualquer coisa que ficamos devaneando em tempos cronológicos, em assuntos obsoletos, em conversas ultra-passadas e sentimentos que já estão cansados de não existir... tudo isso para não estar onde estamos.
2010!!! 
Olha que coisa boa!!!
Como diz minha prima Cecilia, "o que tem para hoje"... (!?) As vêzes exclamando as vêzes interrogando...
Chic demais esse negócio de estar com o nosso olhar atento para o que estamos vivendo hoje... como estamos hoje, o que queremos de hoje... mais precisamente de agora.
Esse é um belo exercício a ser praticado momento a momento com cuidado, atenção, zelo... criteriosamente!!!
É um convite que as pessoas que estão estudando o cérebro humano e ocupadas com a nossa qualidade de vida, com o momento social estão fazendo e precisamos aceitar.
Esse negócio da conseguir dar conta de zilhões de coisas ao mesmo tempo e o tempo todo e ainda querer viver no passado e do passado, bem como fazendo projeções para o futuro é interessante, claro!
A mente da gente pode tudo, o nosso "computador" dá um bom suporte em questão de memória e acesso aos nossos arquivos mesmo que cheios de poeira e teia de aranha... faz direitinho a varredura em tudo que já passou, em estórias e histórias verdadeiras ou falsas... em fantasias e imaginações... em acontecimentos ou ficções. Mas e daí??????
Em mídias intermináveis geradas por mentes infinitamente criativas, sabedoras de seu poder de alcance a nível de manipulação. 
Por isso tenho estado atenta à física quântica... aos cientístas que colocam no nosso colo e no nosso cérebro toda responsabilidade em escrever nossas histórias, em fazer nossas escolhas, em desvendar nossos mistérios e concretizar nossas verdades e realidades... eu adoro isso!!!
É uma brincadeira boa para danar... divertimento garantido... alegria assegurada!!! Porque é místico mesmo... em âmbitos inimagináveis!
Acho que é examente isso que dá medo... e aí gente! Faço o quê?
Então é mais simples acreditar em coelhinho da páscoa... dá menos trabalho, afinal está tudo pronto é só repetir o texto de séculos, melhor dizendo o comportamento.
Aliás, não conheço ninguém que conheça de onde veio todo esse culto ao chocolate, a simbologia do consumo dos ovos principalmente neste momento da história.
O que sei é que vende, as filas são quilométricas para comprar... comprar e comprar!!!
Que os mortos são super prestigiados e celebrados... que o passado é o presente de muita gente e provavelmente o futuro também, sim... claro!
O nosso comportamento distanciado do momento presente reflete todo o nosso descompromisso com a realidade, a verdade e o aqui e agora e nos faz escrever uma história tanto pessoal quanto em sociedade permiciva, com espaço para os que especulam e criam as oportunidades a partir daqueles que estão adormecidos, anestesiados, entorpecidos... des-cuidados!!!
Que pode ser eu, você... todos nós, qualquer um de nós... 
QUE BOBEAR!!!

Livia Leão


 







Nenhum comentário:

Postar um comentário

ORAR, ORAÇÃO, ORAÇÕES!!! ...

Todas as formas de oração são perfeitos apelos em nos alinharmos com o que queremos, com o que se sente, com o que buscamos dentro de nós...