quarta-feira, 5 de maio de 2010

DIÁRIO DE BORDO - Coisinhas que não podem deixar de ser ditas, faladas, gritadas...




O que é essa "criatura" que se propôs a "adotar" uma criança?
Infelizmente sabemos que existe de tudo nesta dimensão e que não podemos sofrer enfartos todas as vêzes em que assistimos atrocidades como estas.
Não precisa ser psicóloga, psiquiatra, ou qualquer profissional que trabalha com sanidade mental para fazer a leitura corporal desta "criatura"... mas não é maluca... sim porque não come merda e nem rasga dinheiro!!!
Fiquei em silêncio alguns dias, ruminando toda essa situação, tendando não me manifestar, mas não deu...
Criança... criança para mim é sagrada ... e é!!!
É demais para minha cabeça!!!
Esperar que qualquer coisa seja feita em relação a essa criança, que ela seja merecedora de uma familia, de alguém equilibrada para lhe dar um lar, que aprenda a lhe amar e consequentemente a lhe oferecer todas as coisas necessárias para minimizar esse trauma, essa passagem terrível de sua existência...
Falar de "carma" com a conotação que se dá vulgarmente não me dá alento e nem justifica, pelo menos enquanto a imagem desagradável dessa criatura estiver sendo veículada em todos os telejornais!!!
Os resgates cármicos existem, claro... mas as ações no presente são escolhas que fazemos instante a instante de maneira consciente... pensar neste episódio como resgate cármico de ambas pode até parecer um conformismo que transcende o nosso presente, o momento exato em que nos deparamos com o cumprimento dele, mas é a treva que traduz uma sociedade desamparada, a denotação de que não se está procurando evoluir, identificar toda covardia, do adulto contra a criança... pensar sobre isso dá taquicardia, imaginar qualquer coisa contra quem não pode se defender para mim é enlouquecidamente impossível.
Adoraria estar manifestando aqui qualquer coisa que fosse diferente disso, mas sinceramente não tenho conseguido voltar para o meu centro quando penso sobre o assunto e quando vem a imagem da criatura... lamento!!!
LAMENTO mais ainda em saber que isso acontece a todo instante dentro das casas, dos barracos, dos berçários, das ruas... seja qual for o "status" ou nome do agressor, sim porque existem pais biológicos que fazem exatamente a mesma coisa.
Pessoas que se candidatam a ser pais e não têm a menor condição psicológica de ser. Que não têm paciência, que não podem cuidar de si mesmas e engravidam e colocam no mundo seres para serem mal tratados, vilipendiados... ODEIO!!!
Não posso negar esse sentimento momentâneo, não posso ficar sem dizer que precisamos fazer tudo... isso mesmo, não pode ser qualquer coisa, precisamos fazer tudo que pudermos para modificar esse quadro social deprimente, vergonhoso contra as crianças.
Não é a pobreza simplesmente, é a falta de consciência, a falta de estrutura física, energética, emocional, mental, espiritual.
Denunciar apenas não, assumir mesmo, gritar, arrancar das mãos dos safados que pensam que criança é propriedade e que pessoas que têm filhos podem fazer com eles o que quiserem.
Esse bunda-lê-lê não tem cabimento!!!
Estou péssima, muito indignada ... vai passar, claro.
Sei que existem lindas pessoas conscienciosas adotando crianças necessitadas de tudo, sei que existem pais lindos e cuidadosos e isso me dá alento.
Mas não podia deixar de desabafar.
UFA!!!

Livia Leão



Nenhum comentário:

Postar um comentário

ORAR, ORAÇÃO, ORAÇÕES!!! ...

Todas as formas de oração são perfeitos apelos em nos alinharmos com o que queremos, com o que se sente, com o que buscamos dentro de nós...