Pular para o conteúdo principal

DIÁRIO DE BORDO - Ufa!!! Como sair de algumas situações...?

  
Aqui estou eu, mais uma vez experimentando uma sensação que odeio... deve ser porque ainda não aprendi nada sobre esse assunto complexo que é relacionamento entre pessoas.
Pessoas de sexo diferente... de estado civil diferente... de estado emocional diferente...idéias diferente... de momentos existenciais diferente... de propostas de vida diferente... SIM, porque eu me proponho a apenas uma coisa, SER FELIZ!!!
Sempre esqueço que não é o que acontece com as outras pessoas.
Ainda descubro o fio da miada... aquela pontinha onde a gente des-enrola todo o novelo, sabe como?
A lei da atração... isso significa que ainda estou fazendo projeções erradas, que ainda estou numa vibração que não traduz o meu verdadeiro amor e sentimento de encontro que acontece sem nenhum obstáculo... sem nenhum desconforto causado pelo medo genuino do Homem de ser realmente feliz, identificando dentro de si mesmo aquilo que espera de si e do outro em relacionamentos, encontros enfim, que sejam...

"A PARTIR DE AGORA VOCÊ ME ABALA MAS NÃO ME ANULA..."  P. Moska

Parece até que esse é um único aspecto da vida de real importância... sinceramente nunca vi alguém procurar terapia verbal para resolver coisa do "bolso", dilemas nascidos de outras origens, apenas desta... bendita necessidade de ter um homem (claro, sou mulher e heterossexual), de ter alguém instalado confortavelmente dentro da gente!!!
Loucura, loucura, loucura!!!
Esse negócio é enlouquecedor, agora então que estou pra mais de meio século!!! Tá doido, seu... cansa por demais da conta, dar conta de reflexões, inflexões, contingências exaustivas de se encontrar no meio do caminho, do tesão coincidir, da sincronicidade do interesse, dos humores e dos rumores... coisa demais para quem está com pouco hormônio.
Ahahahahahahahahahah!!!
Nunca aprendi a fazer jogo. Não falo coisas que não sinto... o meu temperamento assim, leonino, sincera, verdadeira, às claras... dá uma afastada nos homens porque eles são medrados, são cheios de defesas ou então é isso mesmo, não estão a fim de mim.
HAHAHAHAHAHAHAHAH!!!
Simples, não?
Isso!!!
Gente, acabei de matar a charada!!!
O homem quando quer uma mulher vai a China, morando no Ceará.
Quando não quer, não atravessa uma calçada...
E se as dificuldades são de outra origem, caramba, porque não dizer?
Nada é mais saudável que falar.
Acho que a preguiça afetiva é a treva... perder o bonde da história por conta de "coisinhas" sem significado. Transformar algo que poderia ser maravilhoso em um troço qualquer banal, não faz parte do meu show; a minha alma poetisa, o meu corpo biológico de mulher não aceitam, lamento muito informar!!!
Todos os créditos foram dados, todos os limites foram extourados!!!
O meu rico tempo, o meu mais profundo desejo e disponibilidade de dar tudo... foram saturados em jogos perigosos que não me fizeram bem.

"O NOSSO AMOR A GENTE INVENTA PRA SE DISTRAIR, E QUANDO ACABA A GENTE PENSA QUE ELE NUNCA EXISTIU..." Casuza

O Homem é muito estranho, para manifestar amor, liberdade, coisas enfim, saudáveis, bonitas, poderosas, creadoras, precisa inventar uma outra sociedade, um outro mundo, seres "azuis", de natureza diferente da humana... porque o humano está sempre "fardado e com a arma na mão",  pronto para lutar, para combater o inimigo... para destruir!!!
Estamos precisando urgente de seres saudáveis, de pessoas ocupadas com sua saúde emocional/afetiva... muito mais do que com a financeira. 
Garanto que uma é facilitadora da outra...
Ficamos pré-ocupados quando alguém não paga suas contas, mas não nos ocupamos quando percebemos que alguém perto de nós não sabe o que fazer com seus relacionamentos pretensos amorosos!!!
O mundo está transtornado por isso, não aprendemos quando criança, não nos interessamos depois de crescidos e não sabemos ensinar quem chegou depois a viver uma vida afetiva e emocional saudável.




Passamos nossa existência de pires nas mãos pedindo para ser amada(o), e quando não sofremos deste mal,  ficamos a mercê dos outros que sofrem... não nos vitimamos, mas levamos respingos de toda sujeira que a ausência desta orientação causa nas nossas vidas como individuos e em sociedade. Porque acabamos nos interessando de alguma maneira por alguma pessoa que se perdeu no meio do caminho.
Todo mundo com cara de fome... com a barriga cheia!!!
Os olhares buscantes... a cada pessoa que cruza pelas ruas indagando... ou criando uma possibilidade "daquele" ou de aquele ser um possível "grande amor"... ou o salvador da pátria, alguém que vai adotar, que vai patrocinar, que vai colocar no colo, que vai ouvir... enfim... tudo uma ilusão sem tamanho; bengalas horrorosas e des-necessárias... porque somos capengas, porque adoramos nossas deficiências, alimentamos nossa preguiça afetiva e viramos mendigos emocionais... haja vista a quantidade de bares, botiquins, lugares pensados para quem sofre desta carência enorme.
Caçadores de andróides, sim,  porque ninguém está procurando seres humanos, pessoas, gente... e quando o efeito do alcool, das drogas e dos hormônios passam é uma grande decepção!!!
E aí, duas pessoas pela metade se juntam, considerando que precisam do outro porque estão incompletas... sim, bacana o aprendizado, claro! Mas e daí?
Entramos numa via de mão única... uma marginal de alta velocidade, onde todo mundo quer e precisa correr muito para chegar "lá"... (??????????????????????????)
Sabe aquela poesia do Chico que diz "e ajeitava o meu caminho para encostar no seu"? Não rola!!!
Não adianta poetisar, não adianta contemporisar, imaginar, criar... inventar... a sintonia não existe... a disponibilidade idem e aí, é esperar os hormônios aquietarem-se para você deixar de ver o ogro como principe... quem sabe não está aí a grande solução para estes des-encontros heterossexuais?
Falar de sentimento não é sequer parecido com discutir o relacionamento, que aliás eu tenho horror!!!
Esse assunto terapêutico e que trás uma enorme paz em ser falado precisa ser sim dito e feito em nossas cabeças, nossos corpos, em nossas almas para existirmos de uma maneira mais leve, para que tenhamos sossêgo para sermos bem sucedidos em nossas profissões e termos dinheiro para pagarmos nossas contas de luz, gás, telefone... bem como o preço de todas as nossas escolhas, que feitas com consciência, só nos trás felicidade... que tal?
Falei de várias coisas que querem dizer uma só... asta!!!
Tá faltando amor - disponibilidade!!!

Livia Leão

"DEIXE QUE O BEIJO DURE, DEIXE QUE O TEMPO CURE..."
P.Moska




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PARA VIVER UM GRANDE AMOR...

Estou aqui pra dizer a você que aqui estou... Estou aqui pra dar continuidade ao nosso crescimento juntos... que fazem intervalos pequenos diante da eternidade... É quando sorrio de verdade é quando me acomodo com segurança e me aconchego sem medo. Conheço um pouco dos seus limites, a profundidade das suas lindas qualidades, generosidade, parceria e delicadeza que admiro e preciso em um relacionamento. Assim como antes, em tempos que conseguimos separar, Onde se pode conjugar passado, presente e futuro Onde se pode prever que há o que "rolar" ... Sabemos de amizades, sabemos de conforto e de confiança. A vontade, ficamos sem nenhum desconforto que maculam os encontros e a nossa vontade é superior aos riscos que corremos sem nenhum temor (???) ... Tudo que poderia causar desconforto e separação será retirado e excluído elegantemente porque merecemos...
E tão grande amor que pode ser do outro
mas que é meu...
Não apenas meu, mas inventado por mim
nascido de mim,
em mim...
E q…

Sobre todas as coisas e nenhuma delas em especial!!! ...

Falando assim como quem tem uma certeza absoluta o mundo é muito rico em tudo que a gente pode imaginar. Podemos dele desfrutar como quisermos.  Se temos um mínimo de sabedoria, se conseguimos saber o mínimo de nós mesmos nos sairemos bem diante da vida que vamos escolhendo momento a momento. Tenho medos como qualquer criatura humana que habita o planeta, mas ao longo dos meus dias traduzidos em 59anos fui ganhando um certo jeito de pensa-la; de driblar as minhas fragilidades, de encontrar forças em mim mesma, de não apenas saber quem eu sou agora, mas também de quem quero ir me tornando enquanto passeio por aqui. Lido simplesmente muito mal com a morte, não a minha, mas a das pessoas... e isso se estende não apenas às que penso conhecer, mas a todas as pessoas que sei que morreram, que os seus corpos estão sendo enterrados ou cremados, que enquanto isso acontece no plano físico/material, outras muitas pessoas especulam, inferem,  sobre a vida após o fim ... o encerramento da vida co…

DO QUE PRECISAMOS???

Precisamos de música, ...  precisamos de água, de alegria, de combustíveis e recursos disponíveis, fáceis e práticos. De respeitar as necessidades básicas de viver, de caminhar em ressonância com o que queremos e acreditamos. De nos alinharmos com o que nos acrescenta... Deixar que as pessoas cuidem de si mesmas,  de solidarizarmo-nos com aquilo que podemos de alguma maneira colaborar. E em nossa vida pessoal e intima, ter à mão apenas o que nos favorece e beneficia... os excessos cansam, frustram, destroem qualquer possibilidade de alegria e felicidade. Porque nos exigem tempo demais, trabalho demais, pre-ocupações excessivas. Não nos preenchem, não nos deixam em paz... Tudo que nos desconforta é desnecessário. Precisamos de silêncio e cuidados... de atenção, delicadezas, gentilezas e carinhos... patrocinarmo-nos sentimentos e sensações que nos adormeçam com tranquilidade ainda que não saibamos se amanhã será mesmo outro dia... e será!!! Será um novo dia... traduzido em zilhões de o…