Pular para o conteúdo principal

DIÁRIO DE BORDO - ver, ouvir e ... falar!!!




VER, OUVIR E ... BOTAR A BOCA NO TROMBONE!!!
CHEGAAAAAAAAAAAAAAA!!! 

Acho mesmo que o culto a essa prática do ver, ouvir e calar... e não é o calar calando é o calar fazendo reclamações e comentários levianos de alcova, que por sinal traduz esse modelo social de permicividade, dos des-mandos que precisamos com urgência modificar depois quem sabe transformar.
A nossa preguiça e baixa de auto-estima que traduz falta de confiança e um silêncio que não quer em absoluto dizer que concordamos com as coisas que assistimos e que estão sendo feitas nas nossas frentes por pessoas que como eleitores colocamos em posições e lugares para trabalhar para nós e que não cobramos por falta de força, de união, tem nos custado um preço muito alto.
Aceitamos as mentiras e os cenários na vida real como se fosse cinema ou televisão... a ficção está ficando mais real que a vida diária das pessoas ou melhor que as nossas vidas.
Inaugurações, obras inacabadas,  serviços que não funcionam são exibidos na televisão como sendo ótimos desempenho e prestação de serviço para O POVO!!!
E o que mais vende e faz a diferença são os "programas" que versam sobre a vida alheia.
O "intretenimento" favorito é... saber qual das pessoas que está na vitrine foi a praia, saiu com um homem ou mulher diferente, falou e disse o quê? ...
Ah!!!! Tem também a parte das escolhas sexual dos outros... se é gay, lésbica ou simpatizante (é a treva!!!); ...
Enquanto isso...  "O PODER ECONÔMICO ACABA COM O POVO"...
Passamos parte de nossas vidas fazendo magia negra contra os outros falando mal, especulando e não nos ocupamos com as nossas próprias vidas para acordar para o que acontece hoje e que vai gerar situações difíceis de serem reparadas no futuro próximo... enquanto estamos ocupados com a separação dos artistas ou com a "juntação", os nossos funcionários estão fazendo e acontecendo com a nossa permissão e legitimados pela nossa preguiça vergonhosa!!!
Há quem fale que essa é uma geração que não se manifesta, que não se rebela ... existe uma névoa perigosa pior que a camada de ozônio, que desvia atenção, que causa inversão de valores ou mesmo falta de valores ... os meios de comunicação transformaram-se em inimigos perigosos das familias, dos individuos, dos seres que deveriam ser pensantes... se pelo menos nos permitissemos sentar para ver televisão juntos, discutindo os assuntos, questionando a veracidade, esclarecendo, conduzindo e ensinando os pequenos a fazer boas escolhas ... porque ainda tem!!!
Mas é sabido que a proliferação dos "maus" é muito mais rápida... que as edições de imagens são cinematográficas, que a interpretação de texto depende de quem está colocando seu olhar e sua impressão... então todo cuidado é pouco... que se fosse bom não se chamava "PARTIDO"... !!!
Que precisamos desmentir e demitir tanta gente que fica "empregado" em cargos que precisam ser renovados sempre e a todo momento, por décadas... confiamos tanto uns nos outros que damos nosso "voto" e não queremos saber o que aquele votado está "aprontando"!!!
Existem efeitos especiais, personagens que fazem pano de frente para desviar nossa atenção daquilo que realmente está acontecendo, "ocorrendo".
Muita propaganda, verbas milionárias investidas em publicidade e comercial de serviços que quando se vai olhar de perto, in loco... é cenográfico ...  U P A!!!

dinheiro, muito dinheiro, nosso diga-se de passagem... aplicados em nada que nos beneficie, claro!!!
Impostos e mais impostos !!!
Dívidas e mais dívidas... é o que temos direito, isso sim!!! 
Vivemos uma realidade 3D, mais ou menos por aí, só que não em em cenário agradável e encantador, mágico, místico... fazemos parte de um filme de terror!!! Somos intimados a ser "figurantes" da nossa própria vida social.
 ILUSÃO!!!
maya...
Se duvidar também da nossa existência como em tudo... porque o convite aceito para não viver o que se apresenta e para escolher com inteligência as nossas experiências e responsabilidades gera todo esse cenário!
Pagamos, pagamos e pagamos inclusive as multas pelos descumprimentos das leis aturando os deboches fantasiados de bom humor palanquianos...
Nós que nascemos em 1957 tinhamos a música dos grandes artistas que cheios de coragem manifestavam-se lindamente diga-se de passagem... em 2011 a praça de manifestação das nossas idiossincrasias é a INTERNET... é virtual!!!
Tem uma enorme vantagem, estamos com nossos corpos protegidos dos cassetetes que continuam por aí... no lombo do povo, claro!!! 

Livia Leão
 






Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

BETH RUSSO, ... HO'OPONOPONO

E eu que não por acaso acredito que o acaso é algo que os distraídos inventaram para se esconder em desejos e quereres manifestados.
Através do meu irmão que não está mais em seu corpo físico conheci o Ho'oponopono mas nunca havia parado para me presentear com ele...
Bem ele foi embora e aí comecei a visitar pessoas praticantes e que grata surpresa tive, encontrei muitas pessoas lindas que recitam que se conectam que usam essa ferramenta poderosa de nós mesmos.
Um alcance maravilhoso de alguém que acreditou em sua pseudo loucura e trouxe pra nós uma ferramenta muito útil de libertação. Uma força manifesta um poder que atravessa todos os tempos e limpa e limpa mesmo nossos ranços em tempos que coexistem. 
É muito bom e poderoso!!! ... Porque ainda que a gente não creia ele faz a faxina nos cantos mais escondidinhos do nosso poderoso cérebro que abriga memória lembrança de todos os tempos dos tempos em que estivemos aqui... que é sempre!!!
Esse espaço que não é físico fica nos acompanhan…

PARA O MEU AMOR QUE É QUERIDO ...

E eis que a vida nos devolve coisas, memórias, pessoas ...  E eis que o velho se tornou novo e nos confundiu!!! Mas eis também que nós ficamos assim não intimidados, mas cheios de dedos, cautelas, cuidados ... Bom comportamento e falas sinceras que nos traduzem e nos colocam em posições que dão alegria, que nos concede intimidade que velada, pode ser que seja declarada. O amor , ... o amor e o amor... que se repete, que volta, que vai e vem, ...  retornando em novidades iguais em amadurecimentos!!! Amadurecimentos que nos envaidece, que causa imensa curiosidade, que dá vontade de abraçar o corpo, a estória e o caminho percorrido sem programar, sem planejar... Não foi o tempo quem voltou, não fomos nós que retornamos, foram duas pessoas diferentes em iguais movimentos e buscas inquietantes de se espelhar... Liberdade Curiosidade Necessidade de se encontrar... Somos almas iguais e não gêmeas!!! Somos macho e somos fêmea!!! Em delicadezas emocionais Em possibilidades cativantes em const…

RÉPLICAS!!! ...

Replicamos o tempo todo. Quando alguém nasce ficamos querendo descobrir com quem se parece... "é com o pai ou com a mãe?" ... Olhos do pai, mãos da mãe, cabelo de um unhas do outro... uma angustia!!!
Temperamento de um, beleza do outro!!! ... E assim vamos nos despedindo da possibilidade de sermos nós mesmos, de nos livrarmos das características que nem sempre ou quase nunca nos envaidece ou nos causa bom sentimento.
Essa coisa que muitos de nós faz questão que é orgulhosamente propagado, divulgado, perpetuado fica ao longo do tempo difícil de nos livrarmos ou de nos libertarmos. Porque precisamos de nossa identidade pessoal, individual. Ok a organização social precisa que se tenha um pai e uma mãe, que sejamos ligados a uma "familia" biológica enfim, mas sofremos a vida inteira essa tortura pequena e quase impercepitível por todos que acham e consideram que é bacana eternizar-se através da pro-criação!!!
O efeito disso é muito inconsciente e ao mesmo tempo consistent…